Daniella Zupo lança livro em que narra de forma literária a superação de um câncer

Durante o tratamento, jornalista escreveu e produziu webssérie homônima com oito episódios

por Márcia Maria Cruz 23/09/2017 11:18
Arquivo pessoal
(foto: Arquivo pessoal )
O diagnóstico de câncer de mama mudou a vida da jornalista Daniella Zupo. Em 2015, quando estava em plena produção como apresentadora do programa Agenda, da Rede Minas, a descoberta fez com que ela, aos 42 anos, tivesse que se retirar do trabalho para se dedicar ao tratamento. Encontrou na escrita o aconchego para superar o medo e a angústia provocados pela doença. Dois anos depois e curada, lança Amanhã hoje é ontem (Editora Ramalhete), em que relata como conseguiu superar. “Como jornalista sempre produzi histórias. Dessa vez, crio narrativa a partir da minha história. Fico feliz de ter transformado uma experiência dolorosa em algo relevante para mim e que faz sentido para outras pessoas.”

Durante o tratamento, Daniella escreveu e produziu webssérie homônima com oito episódios que pode ser vista em seu canal no YouTube. “Cronologicamente, o livro vem depois da webssérie, mas ele nasce antes. Quando recebi o diagnóstico, comecei a escrever. Se fosse bailarina, faria uma coreografia. Se fosse uma artista, pintava.”

No formato de diário, os textos foram escritos no período do tratamento para que pudesse lidar com a montanha-russa de sentimentos, buscando um olhar humanizado sobre o processo. “Nas pesquisas na internet, encontrava muito material científico sobre a doença. Também vi dicas de beleza e alimentação, mas não era nisso que estava interessada. Queria olhar para essa experiência de forma mais sensível.”

Lançada em 2016, a webssérie recebeu menção honrosa da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa de Minas Gerais e foi selecionada para o festival Shot to the Point, na Romênia. No primeiro episódio, de maneira literária, Daniella conta como recebeu o diagnóstico. Os outros episódios abordam a tensão e o medo diante do tratamento, o rito de passagem quando o cabelo precisa ser raspado em decorrência dos efeitos colaterais da medicação, a maneira como as outras pessoas olham para o paciente, o suporte da família e a transcendência que a experiência representa. Daniella fez cirurgia e passou por sessões de quimioterapia e radioterapia.

O diagnóstico é visto, por muitos, como uma sentença de morte, mas Daniella manteve a esperança e confiou na equipe médica. “O livro é uma abordagem respeitosa. Sabemos que nem todo mundo consegue sair dessa. Mas queria mostrar o potencial de transformação de uma experiência como essa sem minimizar o medo e a dor.” Daniella tem outro olhar mais grato e esperançoso para a vida. “Fiz a minha limonada ao conseguir ressignificar a dor no livro e na webssérie.”

Reprodução
(foto: Reprodução)


AMANHÃ HOJE É ONTEM

. De Daniella Zupo
. Editora Ramalhete
. 136 páginas
. R$ 35

Lançamento neste sábado (23/9), às 11h. Quixote Livraria e Café. Rua Fernandes Tourinho, 274, Savassi, (31) 322

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE ARTES E LIVROS