Exposições em BH revelam o vigor autoral das artes visuais brasileiras

Galeria CâmaraSete mostra parte do que foi exibido no 'Foto em pauta', em Tiradentes, enquanto o Museu Mineiro recebe a mostra 'Arte para uma cidade sensível'

por Redação EM Cultura 22/09/2017 09:00
Acidum/Divulgação
'Ciclo cor', trabalho do coletivo Acidum exposto no Museu Mineiro. (foto: Acidum/Divulgação)

Exposições em cartaz na capital revelam o vigor autoral das artes visuais brasileiras. Na CâmaraSete, o público poderá conferir parte do que foi exibido no 7º Festival de Fotografia de Tiradentes – Foto em Pauta, em março. No Museu Mineiro, 18 artistas e coletivos participam da mostra Arte para uma cidade sensível.

Organizador do Festival de Tiradentes, Eugênio Sávio explica que o recorte exibido em BH, com 82 obras, traduz as várias possibilidades da fotografia. Há registros étnico-geográficos autorais (como se vê em Oriente risco, com trabalhos de 17 profissionais que revelam contornos do Nordeste brasileiro) e o olhar extremamente pessoal de Paula Huven. Em Dias comuns, a fotógrafa apresenta 22 registros de seu cotidiano. Ela iniciou o projeto quando se viu obrigada a ficar de repouso, depois de passar por uma cirurgia no quadril.

Oriente risco não oferece o óbvio acerca do Nordeste, mas olhares intimistas sobre cenas vividas naquela região do país. De acordo com o curador João Castilho, destaca-se a linguagem própria dos autores. Em Dias comuns, Paula Huven, com base em seu período de imersão doméstica, fala de fratura, fragilidade e recomposição.

Paula Huven/Divulgação
Foto da exposição 'Dias comuns', de Paula Huven, em cartaz na CâmaraSete. (foto: Paula Huven/Divulgação)
COLETIVOS Arte para uma cidade sensível, com curadoria de Brígida Campbell, mostra projetos artísticos realizados em espaços públicos, como instalações, vídeos e intervenções. Especulação imobiliária, desrespeito ao patrimônio, gentrificação e a exploração financeira predatória inspiraram as obras, assim como a retomada de praças e ruas como local de convivência.

A mostra destaca o diálogo entre a arte, a cidade e os variados imaginários urbanos. Desse processo nasceram projetos que ganharam os nomes de intervenção urbana e arte participativa, colaborativa, relacional ou contextual.

Participam da exposição Thislandyourland, Piseagrama, Trinca SP, Poro, Paulo Nazareth, Acidum, Frente Três de Fevereiro e Tupinambá Lambido, entre outros artistas e coletivos.

ARTE PARA UMA CIDADE SENSÍVEL
Museu Mineiro. Avenida João Pinheiro, 342, Funcionários, (31) 3269-1103. Terça, quarta e sexta-feira, das 10h às 19h; quinta-feira, das 12h às 21h; sábado e domingo, das 12h às 19h. Entrada franca.

FOTO EM PAUTA
CâmeraSete – Casa da Fotografia de Minas Gerais. Avenida Afonso Pena, 737, Centro. De terça-feira a sábado, das 9h30 às 21h. Em cartaz até 18 de novembro. Informações: (31) 3236-7400.

['__class__', '__cmp__', '__contains__', '__delattr__', '__delitem__', '__dict__', '__doc__', '__eq__', '__format__', '__ge__', '__getattribute__', '__getitem__', '__gt__', '__hash__', '__init__', '__iter__', '__le__', '__len__', '__lt__', '__module__', '__ne__', '__new__', '__reduce__', '__reduce_ex__', '__repr__', '__setattr__', '__setitem__', '__sizeof__', '__str__', '__subclasshook__', '__weakref__', 'clear', 'copy', 'fromkeys', 'get', 'has_key', 'items', 'iteritems', 'iterkeys', 'itervalues', 'keys', 'pop', 'popitem', 'request', 'setdefault', 'update', 'values', 'viewitems', 'viewkeys', 'viewvalues']

MAIS SOBRE ARTES-E-LIVROS