UAI

'Branca e privilegiada', diz Luiza Brunet sobre o comportamento de Yasmin

Modelo afirmou que está obcecada pelo BBB 24 e que tem sofrido com embates entre a filha e o motorista de aplicativo

'Branca e privilegiada', diz Luiza Brunet sobre o comportamento de Yasmin com Davi Divulgação/Agência News/Victor Chapetta/Pereira
Douglas Lima - Especial para o Uai clock 11/02/2024 18:10
compartilhe icone facebook icone twitter icone whatsapp SIGA NO google-news

Luiza Brunet não passou a mão na cabeça de Yasmin Brunet ao falar sobre a participação da filha no BBB 24. Ao ser questionada sobre o embate da modelo e Davi no reality show da Globo, a veterana admitiu que a herdeira está errada.

Leia Mais

Em entrevista à revista Quem durante o Baile do Copa, Luiza confessou que sofre ao ver que Yasmin integra o grupo que persegue o motorista de aplicativo no programa comandado por Tadeu Schmidt. Para ela, é importante saber diferenciar os momentos em que precisa proteger e detona a atitude da filha.

 

"Eu acho que é superimportante. Para a gente educar nossos filhos, tem que levar os nossos valores. Isso pra mim é fundamental. Eu não tenho nenhum problema em não passar a mão na cabeça, em dizer que está errada, em reconhecer, acho que isso faz parte da educação mesmo", explicou.

 

"Eu acho que é supernatural, quando você tem uma filha lá dentro, principalmente a Yasmin que trabalha desde os 12 anos como modelo. Eu sempre fui muito presente no começo da carreira. E até hoje eu vejo ela", acrescentou.

 

Na sequência, a veterana imaginou que, assim como ela, Zilu Godoi, mãe de Wanessa Camargo deve estar sofrendo ao assistir a filha na casa mais vigiada do Brasil. "Não é questão de proteger nem nada. É minha filha, então eu tenho que estar atenta para o que está acontecendo. Assim como a mãe da Wanessa, a mãe das outras meninas, provavelmente a família deve estar lá se rasgando, se doendo, chorando e sorrindo por cada episódio", pontuou.

 

A matriarca ainda destacou à Folha de S. Paulo que Yasmin Brunet não sabe o impacto de seu posicionamento fora do confinamento. "Sofro um pouquinho porque é uma pauta na qual tenho muito interesse, a questão racial, principalmente para nós, pessoas brancas, né?", questionou.

 

"Sei que eu e a Yasmin somos mulheres brancas privilegiadas e a gente tem que entender isso, tem que ter cuidado e se posicionar, porque traz um entendimento pra sociedade", acrescentou. 

"É complicado isso. Como ela está lá dentro, ela não sabe como o posicionamento dela impacta aqui fora. A questão racial é uma construção, principalmente para nós, pessoas brancas. É um assunto que vem muito latente há algum tempo, já. Então a gente está num processo".

Luiza Brunet

Confira, abaixo, um trecho da entrevista:

compartilhe icone facebook icone twitter icone whatsapp