UAI

Afastada dos palcos, Céline Dion faz aparição surpresa no Grammy 2024

Cantora anunciou o prêmio de Melhor Álbum do Ano. Em 2022, a artista foi diagnosticada com a síndrome da pessoa rígida e precisou cancelar shows

Afastada dos palcos, Céline Dion faz aparição surpresa no Grammy Awards 2024 Divulgação/Reprodução/Instagram
Douglas Lima - Especial para o Uai clock 05/02/2024 08:59
compartilhe icone facebook icone twitter icone whatsapp SIGA NO google-news

Céline Dion fez uma aparição surpresa no Grammy Awards 2024, na noite deste domingo (04/02), em Los Angeles, nos Estados Unidos. A cantora subiu ao palco para anunciar o prêmio de Melhor Álbum do Ano — vencido por Taylor Swift, com Midnights.

Leia Mais

Em 2022, a artista revelou que foi diagnosticada com a síndrome de stiff-person, ou síndrome da pessoa rígida, uma síndrome neurológica rara, imunomediada e caracteriza-se por uma rigidez muscular, que afeta os músculos do tronco, dos braços e pernas. Devido à doença, Céline cancelou oito shows de 2023 e adiou uma parte deles para 2024.

 

Durante a premiação do Grammy, Céline Dion entrou no palco andando ao som de The Power of Love. A estrela foi ovacionada pelo público e aplaudida de pé.

 

"Quando eu digo que estou feliz de estar aqui, é do fundo do meu coração. Aqueles que foram abençoados para estar aqui no Grammy nunca devem subestimar o tremendo amor e alegria que a música traz às nossas vidas e às pessoas de todo o mundo", afirmou.

 

Vale destacar, que a canadense já venceu cinco vezes o Grammy, incluindo o prêmio de Melhor Álbum do Ano, em 1997. Desde que o diagnóstico foi revelado, Céline fez poucas aparições públicas, inclusive, ela ficou quase 600 dias sem ser fotografada em público, e um jornal noticiou que ela provavelmente nunca mais cantaria em público. Recentemente, ela anunciou a produção de um documentário sobre a vida dela, intitulado I Am: Céline Dion.

 

"Estes últimos anos têm sido um grande desafio para mim, a jornada desde a descoberta da minha condição até aprender como conviver e lidar com ela, mas não deixar que isso me defina. Decidi que queria documentar esta parte da minha vida, para tentar aumentar a consciência sobre esta condição pouco conhecida, para ajudar outras pessoas que partilham este diagnóstico", disse em comunicado oficial.

 

Confira, abaixo, o momento:

compartilhe icone facebook icone twitter icone whatsapp