UAI

Ícone do jazz e pop, Tony Bennett morre aos 96 anos nos Estados Unidos

Cantor foi diagnosticado com a doença de Alzheimer em 2016

Ícone do jazz e pop, Tony Bennett morre aos 96 anos nos Estados Unidos da América Reprodução/Instagram
Douglas Lima - Especial para o Uai clock 21/07/2023 10:03
compartilhe icone facebook icone twitter icone whatsapp SIGA NO google-news

cantor lendário Tony Bennett, ícone do jazz e pop americano, morreu aos 96 anos, em Nova York, nos Estados Unidos. A informação foi confirmada nesta sexta-feira (21/07), por Sylvia Weiner, representante do músico. O artista foi diagnosticado com a doença de Alzheimer (doença que causa perda de memória) em 2016, mas continuou a se apresentar e gravar até 2021.

Leia Mais

Tony fez história como um dos raros astros da música popular norte-americana a lançar novos álbuns de sucesso nos 1950, 1960, 1970, 1980, 1990 e nas duas primeiras décadas do século XXI. O cantor é conhecido mundialmente pela canção I Left My Heart in San Francisco, lançada em 1962. Também ficou conhecido por seus duetos que variaram do ex-Beatle Paul McCartney, com a rainha do soul Aretha Franklin (1972-2018), com a estrela country Willie Nelson e com Bono, da banda U2. A lenda também lançou um álbum em parceria com artistas latino-americanos, que incluiu as brasileiras Ana Carolina e Maria Gadú.

 

Vale destacar que Body and Soul, gravado com Amy Winehouse (1983-2011), se tornou um hit inesperado, enquanto a parceria com Lady Gaga em The Lady is a Tramp desaguou em uma longa amizade que rendeu dois discos colaborativos, Cheek to Cheek (2014) e Love for Sale (2021). O astro encantou ninguém menos que Bob Hope (1903-2003) e Frank Sinatra (1915-1998), que o chamou de "melhor cantor da indústria".

 

Vencedor de 20 estatuetas do Grammy durante a carreira (incluindo uma honorária pelo conjunto da obra, em 2001), Bennett também recebeu dois Emmys e outras honrarias da indústria estadunidense. Já no Guinness, ele aparece como o artista mais velho a alcançar o topo da Billboard (com o Cheek to Cheek, aos 84 anos) e o artista mais velho a lançar um álbum de material inédito (com o Love for Sale, aos 95). O músico nunca saiu das paradas de sucesso. Sua última aparição pública foi com Gaga no Radio City Music Hall em agosto de 2021, dois meses antes de seu último lançamento, Love for Sale.

 

Tony Bennett deixa a esposa, Susan Crow, com quem era casado desde 1997, e quatro filhos, incluindo o empresário Danny e a cantora Antonia Bennett.

compartilhe icone facebook icone twitter icone whatsapp