UAI

Carola é a primeira mulher brasileira negra a tocar no Tomorrowland

DJ e produtora faz sua estreia no maior festival de música eletrônica do mundo neste fim de semana durante sua tour europeia

Reprodução / Internet Reprodução / Internet
Redação - Observatório dos Famosos clock 28/07/2022 12:50
compartilhe icone facebook icone twitter icone whatsapp SIGA NO google-news

Os ouvidos mais antenados no universo da música eletrônica sabem que o gênero no Brasil tem revelado artistas cada vez mais promissores, que fazem sucesso mundialmente. Para além do mais que conhecido Alok, nomes como Vintage Culture, Cat Dealers e Dubdogz vêm brilhando no país e no mundo, e um pouco mais recentemente, foi a vez de uma personagem forte e marcante entrar nesse time de estrelas: Carola. Aos 29 anos, a gaúcha natural da periferia de Porto Alegre teve que lutar muito para conquistar sonhos de uma década, como tornar-se uma das maiores DJs do país, lançar nos principais selos do mundo e tocar no maior festival de todos: o Tomorrowland.

Nesta sexta-feira, 29, no último final de semana do evento, das 16h às 17h (11h da manhã ao meio-dia, no horário de Brasília), Carola será a primeira mulher negra brasileira a se apresentar no gigante festival belga. Ela vem como atração do palco da STMPD RCRDS, gravadora do super astro holandês Martin Garrix que abriu as portas a ela em março de 2021, com o lançamento de 'What They Want', em colaboração com Gabzy. A música foi a primeira da artista por uma grande label internacional (e a primeira produção assinada por uma mulher na STMPD), e ajudou ela a estourar mundialmente.

No último dia 15, saiu a segunda produção pela label: 'Welcome To The Future', feita com o mineiro KVSH, outro da lista dos badalados DJs brasileiros, com quem ela inclusive vai dividir o palco no Tomorrowland, tocando em 'back to back'. A faixa foi a primeira do EP 'STMPD RCRDS X Tomorrowland', que ainda reuniu inéditas de nomes como DubVision, Julian Jordan, Justin Mylo, Loopers e Seth Hills, para promover esta edição do festival belga.

'Enviei a ideia da música pro KVSH há um tempo e o match foi instantâneo. Trabalhamos juntos até chegar no resultado final, e por se tratar de um artista que eu admiro, o processo foi bem construtivo. Mesclamos leads de future house com uma estética de bateria única e bem 'br'. Estamos tocando a música nos shows e a galera tem curtido bastante, então estamos felizes com o resultado', declarou Carola.

Um dia antes, a DJ gaúcha fez sua estreia em território europeu na icônica Ushuaïa, uma das mais importantes baladas de Ibiza, na residência de verão do próprio Martin Garrix, em noite que contou ainda com discotecagens dele, do americano sensação ACRAZE, do duo francês Citadelle e de outro mineiro, NUZB.

Outros pontos de grande destaque mais recentes foram três lançamentos pela Armada Music (gravadora de outro super astro holandês, Armin van Buuren), com direito a masterclass e videoclipe em duas delas, a convite da própria label, e o protagonismo no episódio #68 do Femme House Radio, programa da DJ, produtora e ativista americana LP Giobbi, transmitido todas as sextas-feiras na Diplo's Revolution rádio do consagrado DJ e produtor Diplo, que é operada e transmitida pela Sirius XM Radio nos Estados Unidos e Canadá. O episódio foi ao ar em 10 de junho, e publicado no SoundCloud na semana seguinte.

Quer acompanhar mais as novidades da coluna? Siga Luca Moreira no Instagram e no Twitter!

O post Carola é a primeira mulher brasileira negra a tocar no Tomorrowland foi publicado primeiro em Observatório dos Famosos.
compartilhe icone facebook icone twitter icone whatsapp