UAI

8 em cada 10 pessoas já tiveram uma amizade colorida, revela pesquisa

Para a sexóloga da plataforma, Luciane Cabral, os principais benefícios de manter uma amizade colorida estão atrelados à segurança física e a questões de higiene

O clube de sexo funcionava atrás de uma loja de filmes pornôs (Foto Ilustrativa) (Foto Ilustrativa) - Reprodução / Internet
Redação - Observatório G clock 12/08/2023 05:20
compartilhe icone facebook icone twitter icone whatsapp SIGA NO google-news

Você, com certeza, já ouviu falar no termo 'amizade colorida', certo? Engana-se, no entanto, quem pensa que esse tipo de relacionamento faça parte apenas das comédias românticas. Segundo pesquisa realizada na América Latina, em julho deste ano, pelo Gleeden - app de encontros extraconjugais e relações não monogâmicas -, 8 em cada 10 usuários já tiveram pelo menos um 'amigo com benefícios' ao longo da vida.

Leia Mais

Realizado com 8.415 usuários da plataforma nos países latino-americanos, o levantamento aponta também que 50% dos entrevistados estão dispostos a ter uma amizade colorida, para que possam ter relações sexuais com mais frequência, sem que isso implique em qualquer tipo de sentimento amoroso.

Perguntados sobre o que seria mais difícil ao manter esse tipo de relacionamento, 45% responderam que é 'não se apaixonar depois de um tempo'; 25%, 'falar de forma clara e concisa sobre os acordos da relação'; 20%, 'ultrapassar os limites impostos', e apenas 10%, 'evitar o ciúme'.

O Gleeden também quis ouvir dos usuários sobre os principais conselhos que dariam para as pessoas que decidirem ter um amigo com benefícios. A maioria (60%) respondeu que 'fazer sexo seguro'; 35%, 'manter o relacionamento em segredo', e 15%, 'respeitar o vínculo que tem com a outra pessoa'.

Para a sexóloga da plataforma, Luciane Cabral, os principais benefícios de manter uma amizade colorida estão atrelados à segurança física e a questões de higiene e saúde sexual. 'Quando você tem um amigo com quem se relaciona, é porque confia e conhece. Assim, é possível saber que essa pessoa cuida da saúde sexual e tem uma saúde física boa, o que evita a exposição, por exemplo, a infecções sexualmente transmissíveis', explica.

Ainda segundo a especialista, a amizade que existe entre as pessoas que entram nesse tipo de relação é um ponto positivo, pois facilita a comunicação. 'Amigos geralmente têm intimidade e conseguem verbalizar vontades de maneira clara, muitas vezes explícita. Dessa forma, é possível descobrir diversos prazeres durante a relação com segurança e saúde', finaliza sexóloga do Gleeden.

*Pesquisa online realizada entre 10 e 14 de julho de 2023, com 8.415 usuários do Gleeden na América Latina.

compartilhe icone facebook icone twitter icone whatsapp