UAI

Modelo que chegou a gastar R$ 61 milhões em cocaína comemora sobriedade

Sophie Anderton foi dependente de álcool e drogas e revela não lembrar de boa parte dos seus 20 anos

Reprodução/Instagram/Kaz Balinski Reprodução/Instagram/Kaz Balinski
Douglas Lima - Especial para o Uai clock 22/08/2022 12:12
compartilhe icone facebook icone twitter icone whatsapp SIGA NO google-news

Uma entrevista dada por Sophie Anderton está dando o que falar. A modelo britânica, de 45 anos de idade, revelou que chegou a gastar 10 milhões de libras (cerca de R$ 61 milhões na cotação atual) comprando cocaína ao longo de 15 anos de consumo.

Sophie que ficou famosa no final dos anos 90 por posar em catálogos de sutiã, contou em entrevista ao tabloide Daily Star, que mergulhou no vício após ser aconselhada por profissionais das agencias de modelo a usar drogas para se manter magra. Agora, depois de gastar até R$ 2,5 mil ao dia em álcool e cocaína, Anderton comemora sua jornada de sobriedade, levando uma vida discreta no campo.

 

"Meu conselho para qualquer jovem estrela é: Por favor, não se envolva com drogas. Meu maior arrependimento na vida é ter cheirado aquela primeira fileira de cocaína", declarou ela ao veículo do Reino Unido. "Eu não sabia o que estava fazendo, alguém me ofereceu e disse que aquilo me manteria magra, então eu aceitei", acrescentou.

 

Sophie Anderton declarou que não se lembra de boa parte dos seus 20 anos. A modelo iniciou um tratamento para se manter sóbria e abandonou os catálogos de roupa íntima e iniciou uma série de aparições em realities shows, incluindo o Love Island e o Big Brother Celebridades.

 

E agora, quase três décadas depois, sua vida não poderia ser mais diferente, em agosto de 2021, ela se casou com o executivo do mundo do petróleo Count Kaz Balinski-Jundzill, em uma cerimônia luxuosa na Irlanda, e se mudou com o marido para uma mansão em uma região montanhosa no país europeu.

 

"Eu amo esse lugar — desde o primeiro dia fui recebida de braços abertos por pessoas maravilhosas", declarou a britânica. "O que você enxerga aqui é sempre verdade, o que foi transformador pra mim, vinda de uma cidade grande e da indústria da moda", continuou.

 

"É um estilo de vida diferente do da metrópole, mas porque você gostaria de permanecer em um ambiente fechado quando se tem um lugar tão lindo para explorar?", questionou Sophie, nascida na Inglaterra, que mantém uma rotina saudável e voltou a modelar, dessa vez como contratada de uma agência menor na própria Ilha Esmeralda.

compartilhe icone facebook icone twitter icone whatsapp