UAI

O Sinal: Explicamos o final da série da Netflix

Ficção científica da Netflix é cheia de mistérios

Para os fãs de ficção científica que buscam um retorno aos mistérios angustiantes da era de ouro do gênero, O Sinal, na Netflix oferece a mesma emoção.

Leia Mais

Essa minissérie alemã, dirigida pela dupla Sebastian Hilger e Philipp Leinemann, combina perfeitamente elementos clássicos com um toque de sentimentalismo moderno.

A saga de quatro episódios conta com um elenco formado por Florian David Fitz, Peri Baumeister e Yuna Bennett.

Inspirada em filmes como Interestelar, O Sinal apresenta uma paisagem rural familiar, mas deslumbrante, como pano de fundo para sua história.

No entanto, ao contrário de suas contrapartes cinematográficas, a série prioriza uma narrativa segura e de suspense, rica em mistérios e perguntas persistentes.

O Sinal está na Netflix foto:
Redação - Observatório do Cinema clock 10/03/2024 20:00
compartilhe icone facebook icone twitter icone whatsapp SIGA NO google-news

Explicamos o final de O Sinal

Ao aterrissar nas coordenadas, Sven testemunha uma visão que o deixa sem palavras: uma grande reunião de pessoas em torno de um círculo gigante de fogo. Uma cerimônia solene e espiritual se desenrola, com Benisha liderando a congregação em oração.

Um flashback mostra Paula no avião, momentos antes do acidente, temendo a aterrissagem. De repente, o avião estremece violentamente.

Voltando ao presente, Benisha verifica novamente as coordenadas de Charlie, suas suspeitas atingem novos patamares ao perceber que nada de significativo está acontecendo na Terra.

Em um ato horrível de desespero, ela atira na perna de Sven para forçar Charlie a revelar a verdade. Sven, em uma tentativa desesperada de salvar sua filha, tenta convencer Benisha de que ela está perseguindo uma ameaça inexistente, pois nada está vindo do espaço.

Benisha ordena que seu assistente mate Charlie e Sven. No entanto, em uma reviravolta surpreendente, a assistente trai Benisha, fingindo suas mortes e pedindo que eles finjam que morreram até que a situação se estabilize.

Charlie e Sven, abalados, mas vivos, discutem o engano. Eles revelam a Benisha sua mentira de que os alienígenas estão programados para chegar no dia de São Nicolau, e não na data indicada anteriormente.

Depois de três meses, Benisha, escondida em Andhra Pradesh, na Índia, é presa por orquestrar 'o acidente de avião'.

Charlie e Sven ficam vigilantes no dia de São Nicolau, antecipando a chegada da espaçonave alienígena. Quando a espaçonave desce na paisagem desértica, eles estendem a mão e abrem uma escotilha.

Em vez de encontrar seres alienígenas, eles recebem uma mensagem de áudio, não de uma civilização extraterrestre, mas em um idioma humano: A própria Terra. Uma onda de emoções toma conta deles quando a mensagem se transforma em uma alucinação da voz de Paula, expressando seu amor por eles.

A cena final de O Sinal nos deixa com um profundo mistério. A mensagem não se origina do espaço sideral, mas da própria Terra. Quem enviou a mensagem? Qual é seu verdadeiro objetivo?

Essa conclusão misteriosa deixa uma impressão duradoura, levando os espectadores a refletir sobre a natureza da comunicação, o potencial de autoengano e a possibilidade de as mensagens atravessarem o tempo.

O Sinal está disponível na Netflix.

O post O Sinal: Explicamos o final da série da Netflix apareceu primeiro em Observatório do Cinema.

compartilhe icone facebook icone twitter icone whatsapp