FIC Minas apresenta Música na Igreja - Edição Novembro

DATA

  • 17/11/2023 à 17/11/2023
  • Hora início: 19:00
  • Hora fim: 20:30

LOCAL / INFO

PREÇOS

  • Entrada Franca

O Festival Internacional de Corais de Minas Gerais - FIC Minas - apresenta o projeto Música na Igreja, com os corais Lírico de Minas Gerais, Brasília, Coro Angélico, Madrigal Scala, Ensaio Aberto e Turnê Coral Canto & Vida, nos dias 16, 17 e 18 de novembro de 2023.

As atrações:                        

CORAL LÍRICO DE MINAS GERAIS

O Coral Lírico de Minas Gerais, é um dos raros grupos corais que possui programação artística permanente e interpreta repertório diversificado, incluindo motetos, óperas, oratórios e concertos sinfônico-corais. Participa da política de difusão do canto lírico promovida pelo Governo de Minas Gerais, por meio da Fundação Clóvis Salgado (FCS), a partir da realização dos projetos Concertos no Parque, Coral Lírico na Cidade, Sarau ao Meio-dia e Lírico em Concerto, além de concertos em cidades do interior de Minas e capitais brasileiras, com entrada gratuita ou preços populares. Criado em 1979, o Coral Lírico de Minas Gerais tornou-se Patrimônio do Estado em 2018 e comemorou quarenta anos em 2019. O maestro Hernán Sánchez, natural de Buenos Aires, é o regente responsável. Estudou canto no Instituto Superior de Arte do Teatro Colón e música antiga no Conservatório Superior de Música Manuel de Falla.

 

CORAL BRASÍLIA

O Coral Brasília foi fundado em 1995 e desde então desenvolve projetos culturais bienais visando a divulgação da música coral com foco na música coral brasileira. Estes projetos são realizados alternando apresentações no Brasil e no exterior.

O Coral Brasília se caracteriza por apresentar um espetáculo bastante eclético, com um repertório variado com peças de renome de compositores e arranjadores nacionais e estrangeiros. O repertório abrange os gêneros sacro, erudito, popular e folclórico, sendo alguns arranjos concebidos exclusivamente para a interpretação do Coral Brasília.

Ao longo de vinte e oito anos de existência, o Coral Brasília realizou viagens nacionais e internacionais, com participação em diversos certames que lhe valeram nove premiações internacionais e diversas premiações no Brasil. O maestro responsável é o Deyvison Miranda, natural de Brasília e bacharel pela Universidade de Brasília. Atualmente ocupa o cargo de pianista colaborador na Escola de Música de Brasília e de maestro titular do Coral CGU/Unacon, Coral da Câmara dos Deputados, Madrigal de Brasília e do premiado Coral Brasília. Membro da ALMUB, Academia de Letras e Música do Brasil, na cadeira de nº 14, tendo Carlos Alberto Pinto Fonseca como patrono.

 

CORO ANGÉLICO

O Coro Angélico é o coral mais antigo da cidade de Santa Luzia/MG, em atividade. Foi fundado em 15 de agosto de 1952, ocasião em que haviam se extinguido dois corais anteriores, o Coro dos Dolabella e o Coro dos Ramos, dos quais herdou um acervo musical sacro e popular composto por luzienses nos séculos XVIII, XIX e XX. Acompanhado da Orquestra Sacra de Santa Luzia, canta nos principais eventos celebrativos da cidade, como o Jubileu de Santa Luzia. O Coro Angélico se consolidou também, como um grupo musical cultural. Em 2022, o Conselho Municipal do Patrimônio Cultural aprovou a abertura do processo de registro imaterial do Coro e da Orquestra. No mesmo ano, a Câmara Municipal aprovou uma Moção Honrosa ao Coro e a Prefeitura sancionou lei que reconhece o Coro e a Orquestra como patrimônio cultural da cidade. O maestro Hélcio Rodrigues Pereira, atual regente do Coro Angélico e da Orquestra Sacra de Santa Luzia é graduado em Regência pela UFMG (1995) e pós-graduado em Práticas Interpretativas em Música Brasileira pela UEMG (2011).

 

MADRIGAL SCALA

O Madrigal Scala destaca-se no cenário canto coral, evidenciando relevante trajetória de sucesso. O grupo é atualmente um dos principais coros amadores do estado de Minas Gerais, sob os pontos de vista técnico e artístico, cujo repertório eclético é formado por composições de todos os períodos da história da música. O Madrigal Scala continua firme em seu propósito de trabalho, cumprindo o papel social da música, divulgando e promovendo o canto coral, através da regência do maestro Breno Bartolomeu, pianista, cantor, compositor, arranjador e diretor musical. Atualmente, é bacharelando em Canto Erudito pela Universidade Federal

de Minas Gerais com a doutora Luciana Monteiro, e permanece estudando música, apresentando em teatros de Minas Gerais.

 

CORAL ENSAIO ABERTO

A ideia do Coral Ensaio Aberto de Belo Horizonte surgiu há 12 anos, durante a realização do Dia de Minas realizado pela primeira vez em Belo Horizonte na Praça da Liberdade. A pedido do governo do estado, formou-se o Coral Cantos de Minas, que participaria então de eventos promovidos pelo maestro Lindomar Gomes. Os participantes são integrantes de diversos corais da região metropolitana de Belo Horizonte, praticando o canto coral de forma festiva e sublime. Os ensaios ocorrem aos sábados de 11h às 12h no Salão da Igreja São José em BH. O regente responsável é o Maestro Lindomar Gomes, formado em Canto, Canto Gregoriano e Regência Coral, pela Fundação Clóvis Salgado (Palácio das Artes). Técnico em Cultura da Secretaria de Estado de Cultura, é formado também em Arte educação pela UEMG e Planejamento e Gestão Cultural pela PUC Minas. Maestro do Coral Ensaio Aberto, desenvolve um projeto de resgate do Canto Coral voltado para composições brasileiras.

 

 

FIC Minas apresenta Coral Brasília, Madrigal Scala, Coro Angélico, Coral Ensaio Aberto, Turnê Coral Canto & Vida, no dia 16 de novembro às 20 horas no Teatro Municipal de Sabará.

Apresentação do Coral Lírico de Minas Gerais e Coral Brasília, dia 17 de novembro às 19h no Santuário São José.

Coral Brasília, no dia 18 de novembro às 17 horas no Santuário Nossa Senhora da Piedade - Alto da Serra da Piedade, s/n - Zona Rural, Caeté - MG.

 

Programação:

www.festivaldecorais.com.br

www.festivaldecorais.com.br

+EVENTOS

Eventos