BHZombie

DATA

  • 10/11/2018 à 10/11/2018
  • Hora início: 19:00
  • Hora fim: 22:00

LOCAL / INFO

PREÇOS

  • Entrada Franca

BHZombie

Sobre a Obra:

O ano era 2006. Gustavo estava no sítio da sua avó, em Casa Branca - Brumadinho. Era noite, Gustavo assistiu ao filme "Madrugada dos mortos" pela enésima vez antes de dormir. E foi daí que surgiu a história.
Em um sonho particularmente agitado, Gustavo iniciou a história da obra, que teve seu momento inicial no Olympico Club, passou por diversas localidades de Belo Horizonte, como o centro, o bairro Caiçara, Santa Terezinha, até que os sobreviventes foram levados para o Sítio de sua avó.
Quando Gustavo acordou, não resistiu e transcreveu todo seu sonho em um e-mail, enviando-o para os envolvidos, narrando fidedignamente o que havia acontecido.
A obra critica alguns aspectos do momento atual pela qual passa a cidade, como o caos no trânsito, mas aborda também a fatalidade de se criar uma nova comunidade a partir do caos do apocalipse zumbi. 
O livro "hibernou", até que, já em 2016 foram abertas as portas para publicação através de contatos realizados na livraria D'Plácido, local extremamente agradável, próximo à praça da liberdade (avenida Brasil, 1843), com uma equipe extremamente qualificada e receptiva aos novos escritores.
Como dito anteriormente, aproveitando o momento atual e o calendário das mídias em voga, essa é a primeira obra do autor que, (assim esperamos) possa publicar as demais, sobre os diversos temas já escritas.
Como curiosidade, como o sonho ocorreu em 2006, algumas passagens que seriam extremamente originais encontraram seus reflexos em acontecimentos (alguns ficcionais, outros reais) posteriores sua escrita, ao estilo Nostradamus.
 

 

 Sobre o autor:


Gustavo de Castro Ferreira (1981) é bacharel em Direito pela Universidade FUMEC e bacharel em Ciências Militares pela APM.
Nascido em Belo Horizonte, estudou no Colégio Sagrado Coração de Jesus.
Desde tenra idade sempre gostou de literatura. Em 1991 foi apresentado ao RPG (Role Playing Game - tradução livre: jogo de interpretação), hobbie este que catalizou o desejo por novas histórias, novas aventuras.
Teve a oportunidade de conhecer as obras de Ian Livingston e Steve jackson nas séries "aventuras fantásticas", uma série de livros-jogo na qual o leitor torna-se o herói de cada aventura.
Ainda no RPG, para criar histórias para seus grupos de jogadores, tinha que buscar cada vez mais inspiração, em diversas mídias (livros, quadrinhos, músicas, filmes).
Dessas aventuras surgiram diversos manuscritos, ainda sem publicação.
Das obras cinematográficas, as que mais inspiraram foram CONAN, o Bárbaro, 13º Guerreiro, Senhor dos Anéis, sendo que no primeiro teve contato também com os quadrinhos (Revista "espada Selvagem de CONAN") e os dois últimos teve contato com os livros (Devoradores de mortos e O Senhor dos Anéis, respectivamente).
Entretanto, as obras cinematográficas abriram espaço também para que Gustavo conhecesse George Andrew Romero, o "pai do apocalipse zumbi". A partir das obras de Romero, Gustavo foi introduzido neste novo cenários, consumindo avidamente tudo que surgia sobre o universo Zumbi. Mais tarde, novas mídias sobre este universo, em especial trazidas com o game Resident Evil, reacenderam a paixão.
O universo zumbi ganhou enfoque especial com a dramaturgia de "The walking Dead", que, tanto nos quadrinhos quanto na série de TV, renovaram o visual do apocalipse zumbi.
Embora não seja a única obra literária escrita, o presente livro viu no momento atual, com as mídias voltadas para a temática (halloween, a volta da  temporada de The walking Dead, o sucesso de filmes como "Guerra Mundial Z", etc), uma oportunidade para seu nascedouro.

 

O autor possui o seguinte perfil na câmara mineira de livros: 

 

  http://camaramineiradolivro.com.br/noticias/bibliofilos-mineiros-gustavo-de-castro-ferreira/?fbclid=IwAR2eN7dkVB1nFSybxHlfz2HWi_oBz8lk46kwhpmt_5at_qxKpZWrsalHvqU

www.camaradolivro.com.br

+EVENTOS

Eventos