Em BH, peça Parabéns Senhor Presidente revive Marilyn e Maria Callas

Protagonizada por Danielle Winits e Christine Fernandes, espetáculo conta história a partir do aniversário de 45 anos do presidente Kennedy, em 1962

13/11/2019 11:24
None
Marilyn Monroe e Maria Callas serão revividas, em Belo Horizonte, com a peça Parabéns Senhor Presidente, cujos papéis são interpretados, respectivamente, pelas atrizes Danielle Winits e Christiane Fernandes. O espetáculo, que fica em cartaz em única apresentação no dia 29 de novembro, no Grande Teatro Sesc Palladium, conta a história real vivida pelos ícones americanos a partir da comemoração dos 45 anos do presidente Kennedy, no dia 19 de maio de 1962.
 
Na data, Marilyn Monroe cantou um “Happy Birthday” tão sexy quanto histórico e, Maria Callas, fora ovacionada minutos antes ao cantar “Habanera” da ópera “Carmen”, sem imaginar que a aproximação em relação a família Kennedy levaria, anos mais tarde, ao fim de seu romance com Aristóteles Onassis.
 
Nessa histórica noite, Callas e Monroe se encontraram nos bastidores do madison Square Garden. Esse encontro é o ponto de partida para a peça “Parabéns senhor presidente”, que tem texto de Fernando Duarte e Rita Elmôr e direção de Fernando Philbert. Os ingressos estão disponíveis e podem ser adquiridos aqui.
 

Inspiração para a peça

 
Depois de ter cantado “Habanera”, de Carmen, Callas se viu repentinamente diante de Marilyn, que, com olhos marejados, abraçou a cantora e disse: “Somente uma pessoa que conheceu o amor verdadeiro consegue cantar com a senhora. Mas vejo tanta tristeza no seu olhar”.
 
Callas, orgulhosa e vaidosa como era, não gostou do comentário e disparou: “Se a senhorita pensa que pode falar tudo o que lhe vier à cabeça apenas por ser Marilyn Monroe, está enganada”. Depois de assistir à apresentação da atriz, Callas ficou comovida e no dia seguinte enviou uma orquídea para Marilyn com cartão que dizia “A senhorita é uma boa alma, eu não soube compreendê-la, peço que me perdoe”.
Baseado nesse contato momentâneo entre as artistas, a peça organiza um diálogo que expõe, ao mesmo tempo, as distâncias e as proximidades entre as duas, ressaltando a beleza do universo feminino em sua complexidade.
 
Ambas falam de suas inquietações com seus relacionamentos, suas aparências e suas competências para exercer suas profissões, entre outras coisas. São duas pessoas fascinantes, que, por motivos diferentes, tiveram grande projeção e fins trágicos. A grande questão é como duas pessoas de universos tão distintos se relacionariam e o olhar diferente que tinham sobre uma série de situações. 
 
Callas era extremamente técnica e rigorosa, enquanto Marilyn era intuitiva e até um pouco irresponsável, graças a sua instabilidade emocional. Ao mesmo tempo, Callas, antes de Onassis, foi casada com um homem muito mais velho e não teve vida sexual até os 32 anos. Já Marilyn casou sempre por paixão e traiu todos os maridos, não ficando um dia sequer ao lado deles sem estar feliz.

Serviço

Peça Parabéns Senhor Presidente
Data: 29 de novembro, sexta, às 21h
Local: Grande Teatro do Sesc Palladium

['__class__', '__delattr__', '__dict__', '__doc__', '__format__', '__getattribute__', '__getitem__', '__hash__', '__init__', '__module__', '__new__', '__reduce__', '__reduce_ex__', '__repr__', '__setattr__', '__setitem__', '__sizeof__', '__str__', '__subclasshook__', '__weakref__', 'env', 'get', 'getCookie', 'getenvariable', 'gethost', 'getiphost', 'headers', 'lock', 'redirect', 'request', 'setCookie', 'setHeader', 'setLock', 'update', 'url']