Conheça o novo espaço dedicado à arte em Paris

O prédio da Fundação Louis Vuitton funciona como centro cultural e sedia exposições temporárias e permanentes, como a coleção do presidente do grupo LVMH, Bernard Arnault, instalações multimídia e concertos.

por Teresa Caram 31/01/2017 17:00
Teresa Caram/EM/D.A Press
Edifício impressiona o visitante logo na chegada (foto: Teresa Caram/EM/D.A Press)


Passear em Paris inclui visitar museus. Louvre, D’Orsay, l'Orangerie e Centre Pompidou são algumas das paradas obrigatórias para quem gosta de arte e cultura. Agora, um novo espaço dedicado à arte contemporânea chama a atenção dos franceses e dos turistas, seja pela arquitetura inusitada do prédio em Paris, seja pelo rico acervo de obras de artes ali expostas. Trata-se da Fundação Louis Vuitton, situada no Jardin d'Acclimatation, área do Parque Bois de Boulogne, um dos lugares mais lindos e charmosos de Paris, que fica no Arrondissement 16.

Projetado pelo arquiteto Frank Gehry, que também projetou o Museu Guggenheim, em Bilbao, na Espanha, o edifício da Fundação Louis Vuitton, patrocinado pelo grupo LVMH, impressiona o visitante logo na chegada. A estrutura do prédio é belíssima, futurista, com enormes placas de vidro sobrepostas, que criam efeito de um imenso barco a vela ou de um grande iceberg. Em 2016, o prédio ganhou cores e se destacou ainda mais em meio à paisagem da região de Bois de Boulogne.

Não espere um museu com as dimensões do Louvre. O edifício tem apenas três andares, o que permite apreciar as obras ali expostas em duas, três horas no máximo. O prédio funciona como centro cultural e sedia exposições temporárias e permanentes, como a coleção do presidente do grupo LVMH, Bernard Arnault, instalações multimídia e concertos. A parte externa tem cerca de 13 mil metros quadrados de superfícies de vidro, formando as 12 velas torcidas que envolvem o prédio e que garantem o efeito futurista que Gehry quis imprimir nesse projeto arquitetônico. Vigas de madeira e aço compõem a estrutura sem comprometer o senso estético.

Além de toda essa arquitetura fascinante, o visitante pode apreciar, nas 11 galerias que ocupam os três andares do edifício, obras de Monet, Cézanne, Van Gogh e Renoir, entre outras, que fazem parte da coleção particular do russo Sergei Schukin. Essas obras estão em exposição até fevereiro.

Portanto, se você pretende ir a Paris, não deixe de incluir no seu roteiro uma visita ao espaço de arte da Fundação Louis Vuitton. Com certeza, será uma experiência incrível, principalmente se você terminar o passeio a pé pelo parque.

 

 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE TURISMO