Goiás: segunda casa do mineiro

por Marta Vieira 13/10/2016 19:11

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.



Jota Eurípedes/Jornal Diário da Manhã/Divulgação - 16/6/11
Cavalhadas em Pirenópolis encantam o visitante, promovendo momentos de distração (foto: Jota Eurípedes/Jornal Diário da Manhã/Divulgação - 16/6/11)
Se os números falam por si, Minas Gerais não só transformou Goiás numa segunda casa, já que responde pelo maior número de migrantes que aquele estado tem recebido nos últimos anos, como descobriu no vizinho identidade marcante na música sertaneja, na culinária e na própria história. Pelas ruas das joias goianas de Pirenópolis e Cidade de Goiás, mineiro que se preza caminha como se estivesse em casa e prestigia o pequi, com saudades do aroma típico dos almoços em Montes Claros, a terra mineira do fruto predileto dos goianos, conhecido como o ouro do cerrado.

 

 

Cristiano Borges/Jornal Diário da Manhã/Dvulgação
Casa de Cora Coralina é um dos roteiros do passeio de charrete (foto: Cristiano Borges/Jornal Diário da Manhã/Dvulgação)
Ricardo Leoni/Agência o Globo/Divulgação
Cidade de Goiás é tombada como patrimônio da Humanidade (foto: Ricardo Leoni/Agência o Globo/Divulgação)
Marta Vieira/EM/D.A Press
Área central da Cidade de Goiás convida o turista para passeio sem pressa (foto: Marta Vieira/EM/D.A Press)

 

  

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE TURISMO