Campina Grande atrai milhares de pessoas em um dos maiores festejos de são-joão

Entre as principais atrações, neste ano, Wesley Safadão se apresenta em 1º de julho

por Márcia Delgado 15/06/2016 08:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Xico Morais/DB/D.A Press 3/6/09
A festa de Campina Grande atrai mais de 2 milhões de pessoas (foto: Xico Morais/DB/D.A Press 3/6/09)

Encravada numa região montanhosa, no agreste da Paraíba, Campina Grande atrai a atenção do Brasil e do mundo nesta época do ano. Até 3 de julho, a cidade recebe mais de 2 milhões de pessoas em uma das maiores festas populares do país. Considerado o maior são-joão do mundo – título reivindicado também por Caruaru, em Pernambuco –, o evento é um dos mais esperados por aqueles que curtem danças e comidas típicas juninas.


O palco da festa é o Parque do Povo, área de 43 mil metros quadrados. Não é preciso pagar para entrar. Bastam disposição e alegria para curtir as diversas atrações, entre elas, apresentações de quadrilha e shows com estrelas regionais e badaladas no Brasil, como o cantor Wesley Safadão.

Inês Campelo/DP/D.A Press
Sanfoneiro anima a festa no Pátio do Forró, em Caruaru, Pernambuco (foto: Inês Campelo/DP/D.A Press)

Este ano, será a nona vez consecutiva que ele se apresenta. Safadão fala do carinho especial que tem pelo são-joão de Campina Grande. “A cidade inteira se envolve com a festa. São pessoas e atrações de todos os lugares. Tenho o prazer de participar dessa festa há tanto tempo. Este será o nono ano consecutivo que me apresento num lugar tão receptivo, que tem uma das maiores festas juninas do mundo”, diz. O show de Safadão será em 1º de julho.

Além de estrelas da música popular, tem muitas delícias típicas e artesanato. E este ano os visitantes contarão com uma nova atração chamada de “Avião do Forró”, com shows de paraquedismo de pessoas de todo o Brasil e do mundo.

O são-joão de Campina Grande é uma festa grandiosa não só pelo público que atrai. Movimenta muito dinheiro e envolve centenas pessoas na organização. E não custa pouco. No ano passado, a prefeitura municipal da cidade gastou R$ 6 milhões com as comemorações.

André Violatti/Esp. CB/D.A Press
Wesley Safadão se apresentará pela nona vez consecutiva no são-joão de Campina Grande (foto: André Violatti/Esp. CB/D.A Press)

Também em 2015, a rede hoteleira local atingiu 90% de ocupação nesta época do ano. Apesar da crise econômica, a expectativa do setor é de que esse percentual atinja os 100% antes do início da festa. Isso porque os dias 3, 4 e 5 são os mais disputados pelos turistas que chegam de todas as partes.

Quem for com tempo pode aproveitar para conhecer um pouco de Campina Grande. A cidade de 400 mil habitantes, de médio porte, tem seu charme. A começar pela localização: fica longe do mar, mas perto das montanhas. Está a 500 metros de altitude, portanto, o clima é bem mais ameno que na capital, João Pessoa, por exemplo.

André Violatti/Esp. CB/D.A Press
Decoração de festa junina homenageia Santo Antônio, São João e São Pedro (foto: André Violatti/Esp. CB/D.A Press)

O Açude Velho é um dos principais cartões-postais da cidade. No seu entorno, estão bares e restaurantes e um de seus principais museus – o Museu de Arte Popular da Paraíba, conhecido como o Museu dos Três Pandeiros. Assinada por Oscar Niemeyer, a construção exibe acervos de artistas paraibanos famosos, como Sivuca, Jackson do Pandeiro e Elba Ramalho. E também conta um pouco das tradições culturais do Nordeste, como a literatura de cordel. Conheça outros pontos turísticos de Campina Grande.

Onde se hospedar

» Confortel Executive Universidade
(83) 3063-9200

» Garden Hotel
(83) 3310-4000

» Hotel Casa Blanca Express
(83) 3063-2680

» Hotel Serrano
(83) 3341-3131

» De avião
Acesso pelos aeroportos de Recife, João Pessoa, que são mais próximos, ou pelo terminal João Suassuna, que fica em Campina Grande.

Cuidado para não se queimar


A tradição de acender e pular fogueiras veio de Portugal. O costume deriva de um combinado entre Isabel, mãe de João Batista, e Maria, mãe de Jesus. Isabel teria mandado acender uma fogueira para avisar a Maria que seu filho havia nascido. Diz a lenda que quem saltar a fogueira por um número ímpar de vezes, dando, no mínimo, três saltos, fica protegido dos males pelo resto do ano.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE TURISMO