Cidade de Boquete atrai turistas com vales e montanhas no Panamá

por Gustavo Perucci 30/03/2016 06:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Kathryn Cook/AP Photo
Entardecer no Parque Nacional do Vulcão Baru, na floresta tropical da cidade de Boquete. Ecoturismo é uma das principais atividades econômicas do município (foto: Kathryn Cook/AP Photo)

Pode rir. Mas qualquer panamenho não terá nenhuma dúvida em dizer: “Boquete é linda!”. Bem distante da nossa compreensão da palavra, Boquete é uma pequena cidade às margens do Rio Caldera, numa área de montanhas no coração da floresta tropical, no Oeste do Panamá.

Boquete, em espanhol, quer dizer lacuna, e descreve bem sua localização. Entre o Parque Nacional do Vulcão Baru e uma cadeia de montanhas, a mais de 1 mil metros acima do nível do mar, a cidade é caracterizada pelas temperaturas mais amenas que no restante do país. Incrustada na floresta tropical, a natureza é sua principal atração turística. O município também é famoso por produzir café de ótima qualidade.


Visit Panama/divulgação
Boquete fica no meio da floresta, às margens do Rio Caldera (foto: Visit Panama/divulgação)

A cidade oferece uma gama de atividades relacionadas ao ecoturismo: rafting nos rios Caldera e Chiquiri, escalada, tirolesa, ciclismo, trilhas ecológicas (vá sempre acompanhado de um guia), passeios a cavalo, jipe, motocross e várias outras opções de lazer ao ar livre. Também é possível conhecer as plantações de café e o Parque Nacional do Vulcão Baru.

Boquete tem boa estrutura e vários hotéis, pousadas e albergues de ótimo nível, além de contar com bons restaurantes e cafés. Em janeiro, o Festival das Flores e do Café atrai milhares de turistas panamenhos e estrangeiros ao município. Veja, a seguir, outras atrações turísticas do Panamá.

Visit Panama/divulgação
Los Quetzales (foto: Visit Panama/divulgação)

LOS QUETZALES
É uma bela reserva natural localizada no alto das montanhas da província de Chiriqui, na costa Oeste do Panamá, também dentro do Parque Nacional do Vulcão Baru. O único hotel do parque abraça a proposta do ecoturismo e oferece alojamentos no meio da nublada floresta (foto). As principais atividades são passeios a cavalo, ciclismo, trilhas, observação de pássaros, visitas a plantações de café e orquídeas, passeios em cidades próximas, pesca de truta e escalada.

Visit Panama/divulgação
Parque Nacional Darien (foto: Visit Panama/divulgação)

PARQUE NACIONAL DARIEN
É a maior reserva ecológica do Panamá e a segunda maior da América Latina, localizado na província de Darien, próxima à fronteira com a Colômbia. Declarado em 1981 como reserva mundial da biosfera pela Unesco, mais de 1,2 milhão de acres de floresta tropical preservada guarda uma biodiversidade que impressiona. É dos principais postos de observação de pássaros do mundo, com suas mais de 300 espécias de aves, entre elas a águia harpia (foto), pássaro símbolo do país. Além de sua natureza, o Parque Nacional Darien é rico em cultura e história, abrigando três etnias indígenas do Panamá: embera, wounan e guna. Quem se interessar em visitar o parque deve ir à cidade de El Real.

Visit Panama/Divulgação
Comarca Emberá Wounaan (foto: Visit Panama/Divulgação)

COMARCA EMBERÁ WOUNAAN
Território indígena no Leste do Panamá, a Comarca Emberá Wounaan (foto) é casa de duas das principais etnias indígenas do país, os emberá e os wounaan. Partindo da capital da comarca, Unión Chocó, se chega às comunidades dos índios por canoas que cruzam os vários rios da floresta tropical. Com alojamentos básicos, o interessante é vivenciar o dia a dia dos emberá e os wounaan. Também é possível fazer passeios de barcos para conhecer as várias comunidades, fazer trilhas na floresta, andar a cavalo e bicicleta. As duas etnias têm hábitos, roupas e tradições parecidos, e chegam a oferecer aos turistas a oportunidade de participar de suas atividades cotidianas, como plantar, colher e pescar.

CORONADO
Coronado (foto) é uma cidade costeira, a pouco mais de meia hora da Cidade do Panamá. Tradicional destino de férias dos panamenhos, o município abrigou o primeiro resort do país, o que começou a atrair cada vez mais estrangeiros ao local. A praia é típica do Oceano Pacífico, com areia e águas mais escuras e ondas que chamam a atenção de surfistas e praticantes de kite-surf. Coronado tem ótima estrutura de hotéis, restaurantes e comércio variado. É uma boa opção de passeio para quem está na capital do país e quer curtir um fim de semana na praia.

Visit Panama/Divulgação
Praia Venao (foto: Visit Panama/Divulgação)

PRAIA VENAO

Um dos principais destinos dos surfistas no Panamá, a Praia Venao é cercada por montanhas e fica em uma região rural do país, na costa do Oceano Pacífico. Junto ao som das ondas é possível escutar gritos de macacos que vivem na floresta. Além do surfe, é um ótimo local para relaxar na praia, e conta com outras atrações como pesca, trilha ecológica, cachoeiras, passeio de barco e muito mais. Um resort e alguns hotéis, além de bons bares e restaurantes próximos ao mar, atendem muito bem os turistas.

Visit Panama/Divulgação
Santa Catalina (foto: Visit Panama/Divulgação)

SANTA CATALINA

Também na costa do Pacífico, Santa Catalina (foto) é um dos melhores destinos do Panamá para surfistas e mergulhadores. Situada na província de Veraguas, a pequena cidade é reconhecida como um dos principais locais para a prática do surfe no mundo. Várias pousadas, hotéis e restaurantes garantem a tranquilidade para o turista. De Santa Catalina também é possível fazer passeio de barco ao Parque Nacional Coiba, declarado reserva mundial da biosfera pela Unesco.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE TURISMO