Uma das maravilhas brasileiras, Jalapão é ótima opção para ecoturismo e turismo de aventura

Chova ou faça sol, as paisagens e as atrações deixam o turista sem fôlego de tanta beleza. Localizado no Tocantins, Centro do país, a natureza se mostra rica e exuberante

por Guilherme Araújo 26/11/2015 10:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
[FOTO602512]
Jalapão – Desbravar o interior do Brasil se revela uma boa opção quando o dólar está nas alturas. Turistas aventureiros e amantes da natureza certamente se encantarão com a beleza do Jalapão: região localizada a 180 quilômetros de Palmas, capital de Tocantins. Esse deserto do cerrado ocupa uma área de 34 mil quilômetros quadrados, formada por nove pequenos municípios: Lagoa, Novo Acordo, Lizarda, Mateiros, Ponte Alta, Rio da Conceição, Rio do Sono, Santa Tereza e São Félix. A região é uma unidade de conservação ambiental do estado do Tocantins.

O Turismo desbravou por quatro dias essa reserva numa caminhonete 4x4. Cada ponto turístico é surpreendente em suas características e belezas naturais. Em uma só região, a natureza reuniu água em abundância, montanhas de areia, chapadões, serra, misteriosas grutas, vegetação deslumbrante e o povo remanescente dos quilombolas, que guarda tradição dos primeiros viventes daquela terra.

As várias opções de roteiros fazem com que o Jalapão ofereça programação ao longo do ano nas diversas estações. Ao mesmo tempo em que o ecoturismo e o turismo de aventura são bastante explorados, há uma grande preocupação na preservação e conservação das riquezas naturais, com a criação de vários parques, como o Parque Estadual do Jalapão, o Parque Nacional das Nascentes do Rio Parnaíba, a Estação Ecológica da Serra Geral do Tocantins, a Área de Preservação Ambiental (APA) Serra da Tabatinga e a Área de Proteção Ambiental (APA) do Jalapão. Venha conosco nesta aventura.

Roteiro de surpresas

Há um cenário para cada gosto no Jalapão. E infinitas possibilidades de passeios, de explorar a natureza em toda a sua exuberância. O Estado de Minas percorreu alguns deles em quatro dias de viagem a bordo de um carro 4x4. E aconselha: não deixe de conhecer. Há muito o que fazer no interior do país. São grandes e exuberantes as atrações do destino, que recebe, a cada ano, milhares de turistas estrangeiros e nacionais.

Uma delas são as dunas de areia de até 30 metros de altura – propícias à prática de sandboard (esporte que consiste na descida das dunas em cima de uma prancha presa aos pés), grutas e montanhas. O calor intenso e constante de até 30 grau pode ser amenizado nas cachoeiras, prainhas e rios espalhados por esse deserto do cerrado.

As águas de Jalapão são mesmo uma atração à parte. Quem visita os “fervedouros”, por exemplo, não esquece jamais. São oásis escondidos em meio à vegetação fechada, entre brejos e riachos, geralmente cercados por bananeiras e buritis. Essas piscinas naturais, de onde brota água transparente, garantem a alegria de adultos e crianças, que não conseguem afundar. É impossível. Os banhistas têm diversão garantida. Os guias destacam a sensação de leveza de quem experimenta o mergulho. Se quiser conhecer, aproveite as dicas do Turismo.

O roteiro conta ainda com visitas às cachoeiras da Velha e do Formiga, passeio pelas dunas e um mergulho nos diversos fervedouros. Também há paradas em comunidades quilombolas e passeios nas lojas de artesanato, feito com o famoso capim dourado encontrado na região. É possível usufruir atrações fora do pacote contratado durante a estada no Jalapão.

O pacote da viagem pode ser fechado com agências locais no Jalapão. Tanto o pagamento quanto a reserva podem ser feitos on-line. O ideal é formar um grupo de cinco pessoas e assinar um contrato com a empresa escolhida. Mas nada impede que aventureiros solitários desfrutem deste paraíso, já que a empresa pode encaixá-los em algum carro que necessite de mais uma pessoa para ocupar todos os assentos da caminhonete.

Todo o roteiro custa em torno de R$ 1.500 por pessoa. Esse valor inclui o carro 4x4, hotel, café da manhã, almoço e jantar e um guia pelos quatro dias. O rafting e a trilha do Espírito Santo não estão incluídos no valor total da viagem.

Natureza de sonho


O nome Jalapão é originário da Jalapa, espécie de planta do gênero Ipomea purga hayne, popularmente conhecida como batata-de-purga, usada para efeito laxante. Na região existem vestígios de fauna e flora marinha, sedimentados ao longo do tempo, indicando que o Jalapão já foi fundo do mar. A natureza é um convite constante. Aproveite nossas dicas e organize a sua viagem. Lembre-se que é preciso somar a passagem aérea de seu destino a Palmas (TO). Companhias aéreas ofertam voos para lá e com alguma antecedência você consegue comprar passagens com algum desconto. Para curtir todos os programas, é importante levar protetor solar, repelente, boné, óculos de sol, roupa de banho e casaco (à noite faz um pouco de frio, apesar do calor constante). Leve dinheiro em espécie, caso queira comprar algum artesanato. Alguns estabelecimentos aceitam cartão de crédito.

» SIGA O ROTEIRO


» O primeiro ponto a ser visitado são as grutas  e cânions, como o de Sucuapara. Elas proporcionam uma sensação de caminhar por baixo da terra, pois é possível observar as raízes das árvores penduradas sobre as cabeças dos turistas.

» Uma das surpresas dos diferentes cenários que formam o Jalapão são as dunas de areia douradas, que chegam a atingir 30 metros de altura e estão em constante movimento, guiadas pelos ventos. Pela presença das dunas, alguns chamam este verdadeiro paraíso de “deserto do Jalapão”.

» Em seguida, uma boa experiência é percorrer uma pequena trilha em direção à prainha da Cachoeira da Velha (foto). A paisagem é linda e o banho, refrescante. Durante toda uma tarde é possível relaxar nesse paraíso. Um lanche tradicional da região (sanduíche natural, farofa com carne seca, frutas, sucos e água) é levado pelo guia para matar a fome.

» Como na Trilha do Espírito Santo, é necessário acordar às 4h para poder realizar essa trilha, cuja subida até o topo da montanha leva cerca de 45 minutos. Não esqueça de levar uma garrafa com água e uma lanterna. É recomendado levar um casaco para se proteger do frio, pois de madrugada venta bastante, além de calçar tênis – a trilha tem pedras soltas e necessita de um pouco de estabilidade e atenção. E, claro, incluir o item fundamental, uma máquina fotográfica ou um celular para registrar o céu estrelado e o hipnotizador nascer do sol lá do alto da Serra do Espírito Santo.

» Outra atração que também está fora do pacote, mas que vale a pena realizar é o rafting (foto) descida de corredeiras em um bote inflável e remos, nas correntezas do Rio Sono. Por R$ 200 realiza-se o percurso de uns seis quilômetros em três horas, com direito a uma pausa para o lanche em uma das prainhas formadas na beira do rio. Se a sede surgir durante o percurso, não se acanhe: beba a água do Rio Sono, pois é tão potável quanto a água que sai da torneira de sua casa.

» No pacote, há uma programação que vale a pena experimentar: jantar com comidinha caseira. É uma delícia, apesar de o cardápio sempre ser o mesmo: arroz, feijão, mandioca frita, salada de repolho com tomate e carne ou frango. Os sucos naturais são recomendados. Caso prefira, é possível degustar alguns drinques da região, como a caipirinha de cagaita, bem tradicional por lá.

» PROGRAME-SE


• Onde comer

Restaurante do Nô
Contato: (63) 9947-8560
Obs.: indicado para o almoço – há três atrativos ao redor, que são o fervedouro do Buritizinho, Boia Cross e banho
no Rio Formiga.

Restaurante Rancho 21
Contato: (63) 9956-1049
Obs.: indicado para jantar

• Onde ficar

Pousada Panela de Ferro
Contato: (63) 3534-1038
Site: www.paneladeferro-jalapao.com.br

Pousada Santa Helena
Contato: (63) 3534-1050 / (63) 9971-1058
Site: http://www.pousadasanta helenajalapao.com.br

Pousada Buritis
Contato: (63) 3534-1139
(63) 3534-1139
E-mail: pousadaburitisdojalapao@hotmail.com

» SERVIÇO

• Agência: Jalapão Vip

Passeio para quatro dias – R$ 1.499 por pessoa
Passeio para três dias – R$ 1.299 por pessoa
Forma de pagamento: Entrada de 30%  e saldo em até 3x sem juros
Contatos: Lourenço Cansanção – (92) 98214-0004
e-mail: jalapaovip@hotmail.com
Obs.: o pacote inclui hospedagem, alimentação, os atrativos, um guia e uma 4x4 para os quatro dias.

• Agência: Jalapão Extremo

Passeio para quatro dias – R$ 1.650
Passeio para três dias – R$ 1.350
Contato: (63) 9968-1166
Falar com Alex Paulo.

• Agência de Rafting: Nova Aventura

Contato: (63) 9993-1978
Falar com Rafael
Site: www.novaaventura.com.br
R$ 200 por pessoa

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE TURISMO