Uma viagem de pura emoção pelos divertidos parques norte-americanos

Torre de 108m do Falcon's Fury, no Busch Gardens, surpreende os visitantes mais destemidos. Em uma fração de segundos você atinge 97km/h

por Mateus Parreiras 30/09/2015 07:05

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Seaworld/Divulgação
(foto: Seaworld/Divulgação)

Orlando e Tampa* – Saber que as atrações são extremamente seguras, com manutenção impecável, procedimentos de segurança rígidos e desenhadas para trazer conforto não alivia em nada a visão da torre de 108m do Falcon's Fury, atração do Busch Gardens traduzida como Fúria do Falcão e que pode ser vista de praticamente toda a extensão do parque. É a mais alta torre de queda livre da América do Norte. A coragem de encarar essa atração começa a ser abalada, mesmo, quando o visitante vai se aproximando dessa área temática, que lembra um grande bazar saariano, chamada Pantópia. Os berros de quem despenca nos assentos do Falcon's Fury vão minando o ímpeto dos mais destemidos e nesse trajeto muitos desistem e buscam refúgio nos mercadinhos de suvenires, joias, brinquedos e guloseimas de Pantópia.

O caminho dos sobreviventes é mais adiante, numa fila que pode ultrapassar 30 minutos na alta temporada, mas não passa de 10 minutos em outros períodos do ano. A altura mínima para conhecer a Fúria do Falcão é de 1,37m. Gestantes, hipertensos, cardíacos e aqueles que têm problemas para se manter sentados e firmes são desencorajados a seguir na aventura.

A fila anda e o som dos convidados descendo aos gritos amplia a apreensão. Não é difícil ver gente saindo de fininho pouco antes de sua vez chegar. “Não vou querer tentar hoje, porque vim de chinelo. Vou passar a semana aqui na Flórida e de uma outra vez vou descer”, disse o paulista Andrés Morais, de 27 anos, que preferiu tomar um pouco mais de coragem antes de se lançar dos céus como uma ave.

Cinturão preso na cintura e início da longa subida. Leva um minuto para cumprir os mais de 100m de altura e num dia claro avistam-se paisagens a mais de 35 quilômetros de distância. “É a maior atração que já fizemos. Nos inspiramos no mergulho do falcão, só que para fazer isso temos de elevar nossos convidados tão alto que, dependendo da posição e das condições climáticas, eles conseguem ver a costa, o Centro de Tampa e até Saint Petersburg (cidade vizinha, que fica do outro lado da Baía de Tampa)”, afirma um dos engenheiros que desenvolveu a atração, Jeff Hornick.

O vento batendo nas cadeiras dá a impressão de que os assentos podem sair voando. De esguelha dá para observar quem está sentado ao seu lado se agarrando tão forte aos cintos e travas que torna visíveis as ramificações das veias dos braços e das mãos. Tudo só fica mais intenso quando se chega ao topo e as cadeiras começam a girar para frente até completar uma rotação de 90 graus que deixa o ocupante do assento encarando o piso do parque e sentindo todo seu peso sobre a trava que é a única coisa que o impede de cair.

SEM TEMPO PARA PÂNICO Não dá muito tempo para entrar em pânico, pois em uma fração de segundos os assentos são soltos e a queda livre acelera torre abaixo, fazendo com que seu corpo se desprenda da trava e voe até pressionar o encosto. Em cinco segundos a pessoa atinge 97km/h e então é gentilmente desacelerada e reclinada de volta à posição original, para um pouso gracioso como o de uma ave de rapina. Outra atração do parque, considerada uma das mais radicais e também inspirada numa ave de rapina, a montanha-russa Sheikra homenageia uma pequena espécie de falcão que habita áreas da Ásia à África. Nessa atração, os rasantes do animal inspiraram as escaladas de 61m e uma queda vertical de 90 graus a 112km/h, terminando com a passagem por um lago que desloca água para todos os lados. O parque tem também uma montanha-russa que simula a impressionante aceleração de um guepardo, chamada Cheetah Hunt. Em poucos segundos, os carrinhos disparam de uma velocidade de cruzeiro para 100km/h, simulando a caçada do mamífero mais veloz do planeta.

Seaworld/Divulgação
Falcon's Fury tem nada menos que 108 metros de altura. Quem brinca, vai cair em queda livre em segundos (foto: Seaworld/Divulgação)

1.451m DE TRILHOS
A 115 quilômetros de Tampa, o Parque Seaworld, em Orlando, prepara para julho de 2016 a mais alta e mais rápida montanha-russa da cidade. A atração recebeu o nome de Mako, pois é inspirada na espécie de tubarão de mesmo nome que está entre as mais rápidas do planeta, alcançando velocidades superiores a 80km/h quando persegue uma presa em alto-mar.

Nos 1.451m de trilhos, os carrinhos deverão atingir 118km/h e fazer mergulhos num ambiente cenográfico que retrata naufrágios e templos fictícios com estátuas em homenagem a tubarões. Praticamente um terço do percurso atravessa áreas molhadas, trazendo os carrinhos para mergulhos em lagos. Ao chegar a 61m de altura, a Mako tem um percurso com nove acelerações bruscas para o alto que dão a sensação de perda de peso e flutuação nos passageiros, a chamada força G zero, que é contrabalanceada pela força G positiva, nas descidas muito abruptas que colam as pessoas nos assentos ao fim de uma queda ou nas curvas muito fechadas.

Com a chegada da Mako serão duas montanhas-russas inspiradas na vida aquática, já que o Seaworld dispõe também da Manta-Ray, uma atração com loopings e curvas fechadas que leva os passageiros presos de peito voltado para o chão, como se fossem arraias flutuando pelo fundo do oceano.

SERVIÇO

BUSCH GARDENS E SEAWORLD

(Preços para entrar nos parques, sujeitos a alterações e promoções por temporada)

1) Seaworld Orlando
» Passe de um dia,
em dias úteis – US$ 70
» Passe de um dia – US$ 87 (Desconto de US$ 10 na compra antecipada)

» Refeições pelo dia
•Adultos US$ 34,99
•Crianças US$ 19,99

2) Busch Gardens Tampa
» Passe de um dia, em dias úteis – US$ 75 (desconto de US$ 22 na compra antecipada)
» Passe de um dia com segunda visita grátis – US$ 87 (desconto de US$ 10 na compra antecipada)
» Passe de um dia com refeições – adultos US$ 97 / crianças US$ 92

3) Busch Gardens Tampa + Seaworld Orlando
» US$ 109
»Para comprar ingressos com antecedência, visite o site oficial do Seaworld: www.seaworld.com

 

* O repórter viajou a convite do Seaworld

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE TURISMO