Cruzeiros marítimos com roteiros mais curtos são maioria na temporada 2015/2016

por Estado de Minas 02/09/2015 06:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Abremar/Divulgação
(foto: Abremar/Divulgação)


Segundo a Clia Abremar Brasil – Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos, 114 roteiros da temporada 2015/2016, com início previsto para novembro, terão entre três e cinco noites. Conhecidas como minicruzeiros, essas viagens representarão 54% de todos os roteiros dessa temporada. “As viagens mais curtas são importantes para aqueles que têm poucos dias de férias ou para os que preferem roteiros mais acessíveis”, afirma Marco Ferraz, presidente da Clia Abremar Brasil, que ressalta a importância dos minicruzeiros para estimular novos turistas.

Seguro-viagem para práticas esportivas

Quem pretende embarcar para exterior com o objetivo de encarar práticas esportivas, mas não quer correr o risco de ficar na mão e prejudicar os planos por conta de um imprevisto, é bom ficar atento ao plano de assistência. Cerca de 65% dos brasileiros viajam sem nenhuma assistência contratada, o que pode provocar muita dor de cabeça. “A grande diferença entre a assistência de viagem comum e para práticas esportivas é a abrangência da cobertura. É preciso escolher com apuro o plano mais adequado”, ressalta Celso Guelfi, presidente da GTA – Global Travel Assistance, que dá algumas dicas para os aventureiros.

» Abrangência maior: O seguro para práticas esportivas tem cobertura mais abrangente, tendo em vista que os riscos são maiores.
» Tipos de práticas esportivas: O seguro comum cobre atividades esportivas mais habituais, entre as quais corrida ou andar de bicicleta na praia. Mas em casos de esportes como esqui e escalada, será necessário um seguro para práticas esportivas.
» Dúvidas sobre o seguro para esportistas: Muitas são as dúvidas sobre o tipo de esporte que o plano cobre, pois existem vários que são praticados pelo mundo e cada um com níveis e características diferentes. Nesses casos, é preciso checar as informações com a seguradora para não ter surpresas desagradáveis.

Turismo industrial

A Prefeitura de São Bernardo do Campo realiza um modelo de programa turístico que vem crescendo na cidade, mas já é praticado em regiões de grande concentração de empresas pelo mundo, como Japão, França e Estados Unidos. O turismo industrial, que tem como objetivo abrir as portas das empresas para grupos interessados em conhecer as unidades produtivas. A fábrica da Scania tem programação intensa para os visitantes, que inclui a imersão nos processos produtivos das fábricas de motores, transmissão, cabines e chassis. O programa explora o potencial da região como polo de oportunidades, resultado da parceria da prefeitura, do setor produtivo e de empresas de turismo. Informações: www.scania.com.br

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE TURISMO