Quadrilhas brilham em Belo Horizonte

por Taís Braga 24/06/2015 00:06

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Na capital mineira, uma das maiores festas juninas do país é o Arraial de Belô. O evento, criado em 1979 pela prefeitura, reúne duas competições de quadrilha – Concurso Municipal (com quadrilhas da cidade) e o Festival Estadual de Quadrilhas (com grupos de todo o estado). A partir da década de 1980, como um simples evento de forró, a festa evoluiu sob a coordenação da Secretaria Municipal de Turismo de Belo Horizonte (Belotur), deixando de ser apenas uma grande e tradicional comemoração para se tornar um processo pedagógico e de identidade cultural da cidade.


A edição 2015 será entre 3 e 12 de julho, na Via 240 e na Praça da Estação. A programação deste ano conta com Blitz Juninas – realizadas em vários locais da cidade como forma de divulgar o Arraial de Belô. Além da valorização da cultura mineira, o objetivo do Arraial de Belô, segundo a Belotur, é reafirmar a importância das tradições populares brasileiras por meio das apresentações das quadrilhas, da gastronomia típica caipira e da música.

Outro resgate feito pela festa são as bandeirolas que a enfeitam. Mais que decorativas, as bandeiras mantêm tradição religiosa. Os três santos homenageados nas festas juninas – São João, São Pedro e Santo Antônio – têm suas imagens coladas nas alegorias e imersas em água, momento conhecido como Lavagem dos Santos. Para os crédulos, quem se molha com a água respingada pelas bandeiras é purificado. Por ser uma das maiores festas do gênero no Brasil, o Arraial de Belô deve atrair cerca de 70 mil pessoas na edição deste ano. Em 2014, mesmo com a Copa do Mundo, 45 mil espectadores passaram pelo evento. A Belotur, responsável pela organização, afirma que o público é formado por pessoas de todas as regiões da capital, cidades do interior de Minas e de outros estados.

Serviço


Arraial de Belô 2015
De 3 a 12 de julhoSexta-feira das 18h às 2h;
sábado das 15h às 2h; e domingo das 15h à 1h
Via 240 (Avenida Risoleta Neves, Bairro Providência)
nos dias 3 a 5; Praça da Estação
(Avenida dos Andradas, Centro) nos dias 10 a 12
Entrada franca

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE TURISMO