Bruxelas é cidade da cerveja, waffle e mais cerveja

Para conhecer Bruxelas, é preciso disposição para caminhar e muita vontade de experimentar a boa gastronomia da região e, claro, as tradicionais bebidas servidas nos bares

por Mateus Vidgal 21/04/2015 13:30

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
REUTERS/Eric Vidal
(foto: REUTERS/Eric Vidal )
Bruxelas talvez não seja das cidades mais bonitas para visitar, mas ainda assim vale a pena conhecê-la. Em um desses mapas distribuídos gratuitamente é possível ler que os próprios belgas acham a cidade feia, porém a amam mesmo assim. Como beleza é algo relativo, tire as próprias conclusões depois de visitá-la. Com diversos pontos turísticos interessantes, a capital da Bélgica – e também da União Europeia – é daquelas regiões onde é possível fazer quase tudo a pé. Claro, se estiver disposto a caminhar bastante. Coloque sapatos e roupas confortáveis, alongue os músculos e vamos nessa. Para começar o dia bem e disposto, peça um waffle de Bruxelas acompanhado de um café. Com massa leve e açúcar de confeiteiro por cima – não confunda com o de Liège, que incorpora o ingrediente na receita –, a refeição é típica da cidade, sendo vendida com muitos acompanhamentos. A dica é pedir o mais tradicional, que só leva o açúcar. Pensando bem, uma bola de sorvete também não é nada mal – mas isso fica para outra parte do dia acompanhado de cerveja kriek, que leva frutas na composição. Aliás, Bruxelas é uma cidade com bastantes opções de culinária, com influências de diversas partes da Europa. Não encontrará dificuldades para comer comida árabe, cultura bastante presente por lá – na verdade, não encontrará dificuldades para comer o que tiver vontade, só fuja dos fast foods.


Renato Alves/CB/DA Press - 7/10/12
Com sua arquitetura e monumentos a capital da Bélgica atrai visitantes de todas as partes (foto: Renato Alves/CB/DA Press - 7/10/12)
Caminhando pelas ruas, preste atenção às paredes: não é difícil encontrar grandes painéis com quadrinhos pintados, em especial do famoso personagem Tintin. Há também diversas praças para visitar, sendo a principal delas a Grand Place – também conhecida como Grote Markt –, o coração turístico da cidade, onde está o edifício da prefeitura e o museu da cidade. Não muito distante dali está um dos maiores símbolos da cidade. Na verdade, mais importante, porque de grande a estátua Manneken Pis não tem nada. O garotinho fazendo xixi na fonte é uma das atrações mais lembradas quando se fala em Bruxelas, sendo “vestido” com diferentes roupas em diversas ocasiões especiais. Mas não vá com muita expectativa: o menino é pequeno e fica em uma ruela como qualquer outra, além de ser um ponto de extrema concentração de turistas fazendo selfies.

CERVEJARIA Outra coisa primordial de se fazer em Bruxelas – e na Bélgica, de forma geral – é visitar bares. Para os fãs de cerveja, há alguns lugares que são imprescindíveis para conhecer – como são muitos, fizemos uma lista recomendada por um belga apreciador de cervejas, que você confere nesta página. É complicado apontar destinos obrigatórios, pois há chances de não acertar. Dedique um tempo para visitar a cervejaria Cantillon, talvez a mais famosa produtora das cervejas do estilo lambic. Prepare-se, pois as bebidas que encontrará ali certamente são diferentes de tudo o que já bebeu. Produto de um processo de fermentação espontânea, no qual os tanques com as matérias-primas ficam abertos para possibilitar a atuação das leveduras, esse estilo é bastante característico por dar ao líquido um aspecto azedo, ácido e seco. O bar mais famoso de Bruxelas é o Delirium Café. Com milhares de rótulos diferentes, dezenas de torneiras de chopes, o local é dos mais visitados pontos turísticos. Mas é basicamente isso: um ponto aonde os turistas vão. Dificilmente encontrará um belga frequentando aquele local. Com três andares, o bar pode ser um bom lugar para conhecer outros viajantes e se surpreender com cervejas, mas definitivamente não é um refúgio para relaxar enquanto conversa. Não há mal algum em visitar, mas não espere um lugar tranquilo.


Talvez um dos poucos destinos que precise de transporte público para chegar, o Atomium é um ótimo programa turístico. A construção representa um cristal de ferro ampliado 165 bilhões de vezes, com 102 metros de altura, nove esferas de 18 metros de diâmetro, conectadas por oito tubos. Do topo é possível ter uma visão panorâmica da cidade. O ponto turístico é considerado a Torre Eiffel da Bélgica. No entanto, curiosamente, o Atomium foi intitulado pela CNN como sendo o monumento mais bizarro da Europa. Bizarro ou não, a visita é bem bacana. Para subir nas esferas é preciso desembolsar 8 euros. Se não fizer tanta questão de subir, a parte de baixo também é bastante agradável, com um parque ao lado e vários banquinhos para relaxar.


Ao sair do Atomium, você estará na parte Norte da cidade, mas um bom local para terminar o passeio do dia é na Zona Sul, no Palácio da Justiça, que mostra bem o contraste entre a parte de cima e a de baixo da cidade. Ao lado dele há um elevador de vidro onde você pode ver detalhadamente as diferenças dos dois níveis de Bruxelas. Em 1883, quando o palácio foi finalizado, era o maior edifício da Europa. Cansou? Esperamos que não. Há mais atrações para você conferir, basta ver a lista nesta página.

 

Outras atrações

Museu dos Quadrinhos - www.comicscenter.net Rue des Sables 20O local certo para encontrar Os smurfs, Tintin e uma variedade de personagens que dão vida aos quadrinhos. Funciona de terça-feira a domingo, das 10h às 18h.

Veals and Geeks - www.vealsandgeeks.com Rue des Grands Carmes 8A. Para quem coleciona discos de vinil, este é o lugar certo para garimpar preciosidades. Há ainda uma coleção de revistas e livros antigos. Funciona de segunda-feira a domingo, das 11h às 20h.

Flea MarketPlace du jeu de Balle - O mercado de pulgas da Place du jeu de Balle, onde se vendem antiguidades e objetos usados, é uma das paradas certas para comprar objetos sem gastar muito. Funciona de segunda a sexta-feira, das 6h às 14h, e aos sábados e domingos, das 6h às 15h.

Moeder Lambic -  www.moederlambic.com Rue de Savoie 68. Funciona todos os dias das 16h às 3h.
 
le coq auguste ortsstraat 14 - Funciona de terça a quinta-feira, das 12h às 14h; de sexta a sábado, das 12h às 4h; e aos domingos, das 15h às 2h.

Bar des amis - facebook.com/bardesamisbrussel Rue Sainte-catherine. Funciona todos os dias das 14h às 2h. 

Brasserie de la senne - brasseriedelasenne. beChaussée de Gand, 565. Funciona todos os dias, das 14h às 2h.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE TURISMO