Entre luzes, cassinos e o luxo

por Kelly Almeida 17/03/2015 00:12

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
John Gurzinski/AFP-6/12/13
Tem Torre Eiffel em Vegas? Tem sim, senhor! Neste trecho da cidade funciona o complexo de entretenimento do grupo hoteleiro Caesars (foto: John Gurzinski/AFP-6/12/13)


Acredite em tudo o que falam sobre Vegas. A cidade é um pouco de tudo, um pouco de todas as pessoas e um pouco de todo o mundo. A entrada de Las Vegas já mostra uma réplica da Torre Eiffel, de Paris. Se o turista chega à noite, é tanta luz que não sabe para onde olhar. Mas falar em Vegas é pensar nos cassinos e nos hotéis luxuosos, com dançarinas em cima dos balcões e muitas fichas de jogos. E, realmente, essa é a grande atração e a marca da cidade. É comum os turistas se arrumarem para passear por vários hotéis em uma mesma noite. Afinal, além das jogatinas, há vários espetáculos dentro dos empreendimentos. Las Vegas teve início no século 19. Do deserto localizado na parte sul de Nevada surgiram os cassinos. Com o jogo liberado no estado, a rede hoteleira aproveitou a oportunidade. Os primeiros começaram a ser erguidos em 1941. Hoje, são mais de 200 hotéis espalhados pela cidade. A rua principal de Vegas é a Strip, com seis quilômetros de extensão e responsável por abrigar as luzes néon que só se apagam quando o dia amanhece. Las Vegas tem cerca de 600 mil moradores. Muitos deles se sustentam graças ao turismo. Ninguém vai a Las Vegas sem saber que o lema na cidade é: “O que acontece em Vegas fica em Vegas”. Conhecida por ser a Disneylândia dos adultos, Vegas foi cenário de vários filmes, entre eles Onze homens e um segredo. Se você já viu algum desses longas, que mostram a loucura da cidade, acredite: é exatamente assim. Mas há muito mais atrações do que só cassinos.

Grand Canyon
Um dos passeios inesquecíveis é a visita ao Grand Canyon. É possível ir de carro, mas o mais comum entre os turistas é de helicóptero. São aproximadamente 45 minutos até o destino. No caminho, pelas janelas do helicóptero, as rochas são a atração, formando um grande paredão. Do alto é possível observar o Lago Mead, o maior lago artificial dos Estados Unidos, e a Hoover Dam, uma represa que fica entre os estados de Nevada e Arizona. A visita ao Grand Canyon dura cerca de 30 minutos, com direito a espumante e petiscos oferecidos pela empresa que faz o passeio. O Grand Canyon foi moldado pelo Rio Colorado durante muitos anos. Tem quase 450 quilômetros de extensão e 29 quilômetros de largura. Há diversas outras formas de chegar lá: de ônibus e em miniexcursões.
» Valor: depende da empresa que faz o passeio, mas a ida ao Grand Canyon de helicóptero custa US$ 300 por pessoa.

High Roller Vegas
Inaugurada no ano passado, a roda-gigante de Las Vegas é a maior do mundo, com 165 metros de altura. O passeio dura cerca de 30 minutos. São 28 gôndolas, com capacidade para levar até 40 pessoas cada uma. Elas são fechadas com vidro, o que permite apreciar a cidade durante todo o passeio. É possível organizar eventos como festas e casamentos na roda-gigante. As dimensões da High Roller, um investimento de US$ 550 milhões, a colocam na frente da famosa London Eye, em Londres, com 135 metros de altura. Do alto da High Roller é possível ter uma visão da cidade em 360 graus. O melhor horário para o passeio é o fim do dia. Assim, você admira o pôr do sol e a iluminação da cidade. No complexo onde fica a roda-gigante há restaurantes, lojas e artistas de rua.


One – Michael Jackson
Se você é fã do ídolo da música pop – e mesmo que não seja –, um dos programas que não pode deixar de fazer em Las Vegas é assistir ao One. Idealizado pela equipe do Cirque du Soleil, o espetáculo é uma mistura de dança, acrobacias e muitos efeitos especiais. São 63 artistas que interpretam as músicas de Michael Jackson. O espetáculo traz um holograma do astro. A apresentação é tão benfeita que muitos telespectadores cochicham dizendo que parecem estar vendo o cantor no palco. A apresentação é um misto de sentidos, com neve e chuva artificiais, além de cheiros.
» Onde: Mandalay Bay, Las Vegas
» Valor: entre US$ 69 e US$ 180

 

Le Rêve
Em português, significa o sonho. É um espetáculo teatral em que o imaginário se mistura à realidade. Idealizado pelo diretor Franco Dragone, conta as aventuras de uma jovem ao se despedir do amado. Muitas vezes, a plateia não sabe se a personagem vive um sonho ou a realidade. Tudo se passa dentro ou ao redor de uma piscina com 1 milhão de litros de água. Mergulhadores, dançarinos, atletas de nado sincronizado e artistas de todo o mundo encantam com as coreografias. Luzes, chuva artificial, pombas brancas, artistas pendurados e até fogo fazem parte da apresentação. O teatro tem 1,6 mil lugares e de qualquer cadeira é possível ter uma boa visão. Caso você não queira se molhar, é bom evitar as cadeiras mais próximas da piscina.
» Onde: Wynn Las Vegas. Valor: em média, de US$ 110 a US$ 195

» Quando: de sexta a terça-feira, às 19h e às 21h30


SERVIÇO
Scarpetta at The Cosmopolitan

3708 Las Vegas Boulevard South, Hotel Cosmopolitan
Localizado dentro do hotel, o Scarpetta é um restaurante italiano. Em português, a palavra italiana significa sapatinho, que é o pão usado para absorver um prato. A ideia é que todos os pratos sejam saboreadas até o fim. Além da boa comida, o restaurante tem uma linda vista da cidade.

Almoço no Bellagio
3600 S Las Vegas Blvd, Hotel Bellagio
Há vários restaurantes dentro do hotel, mas o Chef’s Table oferece um bufê com variedades de comidas internacionais. São 700 lugares e as filas são sempre grandes. Nos fins de semana, a espera pode chegar a três horas. Um dos pratos que fazem sucesso é a pata de caranguejo. Todos os dias são preparados 217 quilos da especiaria. O valor do bufê dá direito a comer à vontade, inclusive sobremesa. A cozinha é comandada pelo chef Robert Ferris.

Martorano’s no Hotel Paris Las Vegas
Boulevard Shopping & Corredor de jantar
Especializado em comida italiana, o restaurante foi criado por Steve Martorano. Além da variedade de massas, a casa oferece música, filme e drinques diferentes. As sobremesas também fazem sucesso. A principal é uma combinação de sorvetes, servida em pequenas casquinhas. OhHotel fica sob a réplica da Torre Eiffel e tem iluminação e revestimento que, mesmo durante a noite, parece que é dia.

Carson Kitchen
124 South Sixth St. Suite 100
Do chef Kerry Simon, o restaurante fica no Centro de Las Vegas. É bem rústico e agradável. O cardápio é variado, com sanduíches, ovo recheado com caviar, sorvete com bacon. O espaço é pequeno, mas o local é muito aconchegante. Durante a noite há bandas e DJs.

Estiatorio Milos no Hotel Cosmopolitan
3708 Las Vegas Boulevard South, Hotel Cosmopolitan
O restaurante especializado em comida grega é um dos mais luxuosos do hotel. Os frutos do mar são frescos. Os peixes ficam expostos para o cliente escolher.

Crush, eat, drink, love
3799 South Las Vegas Boulevard
Dos restaurateurs Michael e Jenna Morton, funciona diariamente para o jantar. O cardápio é inspirado em pratos tradicionais de todo o mundo. É possível pedir pratos pequenos ou grandes. Tem ambiente agradável, com iluminação baixa.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE TURISMO