Odilon Esteves cria micropeça que comporta apenas 15 pessoas por sessão

Espetáculo 'Entre por essa porta agora' integra programação do La Movida Microteatro Bar e fica em cartaz até sábado, 11

por Ana Clara Brant 08/02/2017 08:00
Fernando Badharo/Divulgação
Micropeça foi criada especialmente para o projeto (foto: Fernando Badharo/Divulgação)
Quando a publicitária e produtora cultural Clarice Castanheira e o ator Guilherme Téo aproveitaram o mote da Campanha de Popularização Teatro & Dança e inauguraram no mês passado o La Movida Microteatro – Bar, o ator Odilon Esteves foi um dos entusiastas da ideia. Inspirada na experiência espanhola que consiste na apresentação de micropeças – com duração igual ou inferior a 15 minutos – simultâneas, a iniciativa que une artes cênicas e boemia “tem movimentado a cena teatral de BH”, diz ele. “O La Movida agrega duas coisas que o belo-horizontino gosta muito, que são o teatro e o bar. Achei a ideia genial.”


Integrante da Cia. Luna Lunera, Odilon decidiu criar um microespetáculo especialmente para o projeto. Em Entre por essa porta agora, um homem está confinado e à espera da visita de alguém que, supostamente, há muito tempo não vem. Ele tem a companhia somente de um rádio (ligado) e é atordoado por suas lembranças. “É uma cena de 15 minutos que será encenada quatro vezes ao longo da noite de quarta a sábado, num espaço que tem um tamanho de um quarto. O interessante desse formato é que possibilita uma experimentação fora da convenção. E permite pensarmos a relação ator/espectador de uma outra forma, já que a gente está ali muito próximo e são apenas 15 pessoas assistindo”, analisa.

Entre por essa porta agora ficará em cartaz até sábado e será apresentada simultaneamente com outras cenas no La Movida, que tem três salas para encenação. A programação nesta segunda semana de fevereiro oferece também Guerrilha, de Idylla Silmarovi, Sapato bicolor, com Fabiano Persi; Homem bomba, com Luiz Arthur; Festival de Ideias Brutas ep.01, com Marina Viana; Flicts, com Mariana Jacques; Ventre sem umbigo, com Marina Tadeu. “Achei um empreendimento mais do que apropriado. Tenho sentido que as pessoas têm gostado bastante, não só quem faz como quem consome teatro. Brinquei com a Clarice que o meu desejo é criar uma micropeça a cada dois meses, já que é um projeto que vai continuar mesmo com o fim da Campanha”, avisa Odilon Esteves.

PARCERIA Ainda em 2017, Odilon Esteves embarca em um novo projeto. O espetáculo Bala perdida – Tríptico, dirigido por Rita Clemente e que contará também no elenco com Leonardo Fernandes, Márcio Monteiro e Fafá Rennó, foi selecionado para compor a programação do CCBB (Centro Cultural Banco do Brasil). “Fui convidado pela Rita e achei a iniciativa muito bacana. De vez em quando é bom ter esses respiros e fazer coisas além do Luna Lunera. Faz parte da vida de qualquer ator”, afirma.

POCKET CENA Confira a programação de micropeças do La Movida nesta semana:

Guerrilha, com Idylla Silmarovi  

dias 08, 09 e 12 de fevereiro


Ventre sem umbigo, com Marina Tadeu

dia 09 de fevereiro

 

Flicts, com Mariana Jacques
dias 09, 10 e 11 de fevereiro

 

Entre por essa porta agora – com Odilon Esteves
dias 08, 09, 10 e 11 de fevereiro


Festival de ideias Brutas ep.01, com Marina Viana
dias 08 e 10 de fevereiro

 

Sapato bicolor, com Fabiano Persi
dias 10, 11 e 12 de fevereiro

 

Homem bomba, com Luiz Arthur  

dias 11 e 12 de fevereiro

 

La Movida Microteatro – Bar
Rua Santa Rita Durão, 153, Funcionários; (31) 98448- 2598.

De quarta a sábado: das 18h à 1h.

Domingo: das 17h às 23h30.

Ingressos de cada micropeça: R$ 8 (encenações a partir das 20h).

Mais informações: Facebook do La Movida Microteatro Bar.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE TEATRO