Marcelo Lujan e Pablo Nordio levam seu piano mágico para o FIT-BH

Espetáculo acontece neste sábado, no Teatro Raul Belém Machado, e no domingo, na Praça JK e no Viaduto de Santa Tereza

por Carolina Braga 27/05/2016 08:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Paulo Barbuto/divulgação
(foto: Paulo Barbuto/divulgação)
Quando o ator e palhaço Marcelo Lujan fala da estrutura de Clake, atração que o Circo Amarillo apresenta no último fim de semana do Festival Internacional de Teatro, Palco e Rua (FIT-BH), ele chega a ser simplório. ''É só um piano'', resume. Não é um piano qualquer, claro. Nas laterais veem-se rodas de bicicleta, tambores encaixados por todos os cantos, campainhas domésticas, buzina de carro, frigideiras e até ventilador de folhas de jardim.

Clake é dirigido por Domingos Montagner. Marcelo Lujan e Pablo Nordio são argentinos e há 15 anos se estabeleceram com sua companhia no Brasil. Em 2001, inspiraram-se nas infinitas possibilidades das máquinas para criar algo que reunisse jogos tradicionais de palhaços e inovação.

“Somos excêntricos musicais. Temos um piano andante. Somos dois personagens que são 'decompositores' musicais”, afirma Lujan.

O repertório tem tanto música erudita tradicional quanto canções autorais. De toda a trajetória do Amarillo, Marcelo diz que este é o espetáculo menos aberto à improvisação. A peça, totalmente coreografada, traz surpresas pirotécnicas. “É para todo o público mesmo. Uma criança de 2 ou 3 anos já pode entender, assim como quem tem 80. Dentro daqueles 55 minutos, todos terão a mesma idade”, afirma.

O espetáculo do Circo Amarillo é um dos primeiros a ''estrear'' o palco do Teatro Raul Belém Machado, no Bairro Alípio de Melo. Inaugurado em abril, trata-se do primeiro teatro público construído na capital 60 anos depois da abertura do Francisco Nunes. A nova arena multiuso pode receber 1,8 mil pessoas.

Clake estreou em 2012. A participação mais notável ocorreu no 16º Festival Internacional de Música Mecânica, em Le Gets, na França. O evento é especializado em engenhocas que produzem som. Marcelo Lujan e Pablo Nordio conquistaram medalha de ouro no quesito criatividade. Além do Amarillo, a dupla também integrou o Circo Zani, fundado em São Paulo.

CLAKE
Hoje, às 16h, no Teatro Raul Belém Machado (Rua Leonil Prata, s/nº, Alípio de Melo). Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). Domingo, às 10h, na Praça JK (Sion), e às 15h, no Viaduto Santa Tereza (Centro),
com entrada franca.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE TEATRO