Ópera 'Romeu e Julieta' estreia no Palácio das Artes

Montagem faz parte das homenagens para lembrar os 400 anos da morte de William Shakespeare

19/05/2016 08:42

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Cristina Horta /E.M.D.APress
A ópera de Charles-François Gounod tem direção cênica de Pablo Maritano e direção musical do maestro Silvio Viegas (foto: Cristina Horta /E.M.D.APress)
Estreia hoje Romeu e Julieta, montagem idealizada pela Fundação Clóvis Salgado para lembrar os 400 anos da morte de William Shakespeare. Famosa pelo romantismo, a trama ganha conotação mais realista, evidenciando a hipocrisia de uma sociedade que tenta de todas as maneiras impor padrões aos jovens.

A ópera de Charles-François Gounod, inspirada no clássico do bardo inglês, tem direção cênica de Pablo Maritano e direção musical do maestro Silvio Viegas, regente titular da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais. Pedro Pederneiras (Grupo Corpo) assina a iluminação e Lydia Del Picchia (Grupo Galpão) cuidou das coreografias.

O elenco reúne a argentina Oriana Favaro (Julieta) e os brasileros Giovanni Tristacci (Romeu) e Paulo Szot (Mercucio). Os outros solistas são Eduardo Amir (Capuletto), Sávio Sperandio (Frei Lourenço), Luciana Monteiro (Gertrude), Thiago Soares (Teobaldo), Pedro Vianna (Páris), Aline Lobão (Stephanio), Mario Chantal (Duque), Lucas Ellera (Benvolio) e Célio Souza (Gregório).

Também participam do espetáculo a Orquestra Sinfônica de Minas Gerais, o Coral Lírico de Minas Gerais e a Cia. de Dança Palácio das Artes.

ROMEU E JULIETA
De Charles-François Gounod, com base na peça de Shakespeare. Grande Teatro do Palácio das Artes, Av. Afonso Pena, 1.537, Centro, (31) 3236-7400. Hoje, às 20h; dias 21, 23 e 27 de maio, às 20h; e dia 29 de maio, às 19h. R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia).

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE TEATRO