Alê Oliveira deixa a ESPN após polêmica nos bastidores

O jornalista, que trabalhou na emissora durante 17 anos, foi acusado de racismo por maquiadora

por Diário de Pernambuco 02/08/2017 18:23

ESPN/Reprodução
Segundo comunicado da emissora, o afastamento foi decidido em comum acordo (foto: ESPN/Reprodução)
Após se envolver em uma discussão com uma funcionária da emissora e ser acusado de racismo, o comentarista Alê Oliveira deixou o quadro da ESPN. A decisão, que, segundo a empresa, foi tomada em comum acordo, foi anunciada pelo canal esportivo na noite desta terça-feira (1). Nas redes sociais, o jornalista publicou uma mensagem de agradecimento e celebrou o que chamou de uma "linda história de amor".

 

Uma briga entre Alexandre Oliveira e uma maquiadora da ESPN, ocorrida há duas semanas, seria o motivo do afastamento. A emissora confirmou o ocorrido, porém negou que o episódio envolvesse caso de ofensa racial. "A ESPN e o comentarista Alexandre Oliveira decidiram, em comum acordo, encerrar o contrato nesta terça-feira. Muito embora não tenha sido constatada ofensa racial em recente episódio envolvendo uma funcionária da ESPN, as partes optaram por não continuar com o contrato. A ESPN agradece ao comentarista pelos anos de parceria e deseja sucesso em seu futuro profissional", informou a ESPN em comunicado à imprensa.

Em seu Instagram, Alê relembrou os momentos por que passou no programa Bate-bola debate, no qual se popularizou, e se despediu dos companheiros de bancada. "Foi a mais linda história de amor! Essa relação deu muito certo, fui muito feliz na ESPN! E o mais importante: foi muito divertido! O futsal, os programas, jogos, amigos, a resenha, as histórias! Foi bom demais! Só tenho que agradecer muito ao canal por ter sido 'loko' de acreditar em mim", escreveu.

 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SÉRIES E TV