Priscila Sol é um dos destaques de 'Carinha de anjo', no SBT/Alterosa

Personagem tem a alegria como marca e faz sucesso entre a criançada

por Ana Clara Brant 22/07/2017 20:03

Não há dúvidas de que o grande destaque da novela Carinha de anjo, do SBT/Alterosa, é sua protagonista, a atriz mirim Lorena Queiroz, de apenas 5 anos. Não só pela fofurice, mas pelo talento da pequena.

Lourival Ribeiro/SBT/Divulgação
A atriz de 37 anos se diverte com as perucas coloridas de sua personagem (foto: Lourival Ribeiro/SBT/Divulgação)

 

Porém, entre os chamados “veteranos”, há uma personagem que, apesar de adulta, é grande sucesso entre a criançada: a pitoresca Estefânia Lários, ou melhor, a Tia Perucas. Interpretada por Priscila Sol, de 37 anos, ela é prima do pai de Dulce Maria, Gustavo (Carlo Porto) e mora com a família da menina. Formada em moda, apaixonada por orquídeas, perucas e visuais monocromáticos, cuida de Dulce com devoção e chega a se envolver em confusões para ajudar a menina em suas aventuras. “Assim que terminei o teste, sabia que a Tia Perucas já era minha. A gente sente”, frisa Priscila.

A paulistana, que ficou conhecida do grande público no folhetim global Viver a vida (2009), no papel da doce e romântica Paixão, conta que chegou a assistir à versão mexicana de Carinhas de anjo algumas vezes e que a atriz Nora Salinas, que encarnou a Tia Perucas original, foi uma de suas inspirações. “Desde quando via a novela com minha irmã, a espontaneidade e a energia da personagem me encantavam. Assistia e ficava fascinada com a Tia Perucas, com a alegria que ela transmitia. As cores nas roupas e nas perucas exemplificam um pouco disso, elas trazem este cenário solar, essa luminosidade que a personagem carrega”, destaca.
Gustavo Arrais/Divulgação
Priscila chegou a assistir a versão mexicana da novela (foto: Gustavo Arrais/Divulgação)

Apesar de ser uma personagem bem caricatural, Priscila Sol acredita que a Tia Perucas poderiam sim existir na vida real. “Quem não gostaria de ter na família uma tia como ela? Toda cheia de cores, alegria e carinho? Acho que hoje faltam pessoas assim, pessoas solares, dispostas, alegres”, defende a atriz que já usou 18 perucas na novelinha. “Não tenho um visual que seja o meu preferido. Cada um provoca emoções diferentes. É a figurinista da trama que escolhe qual vou usar em cada capítulo, pois se tivesse que escolher, ficaria um tempinho pensando (risos), pois adoro todos os looks monocromáticos da Tia Perucas”, salienta.

AUDIÊNCIA
É a primeira vez que Priscila atua em uma produção infantil na carreira. A atriz – que contabiliza trabalhos no teatro, cinema e TV – considera isso verdadeiro prazer e experiência muito enriquecedora. Para ela – que é mãe de um menino de 14 anos – estar ao lado das crianças, acompanhando o crescimento delas e suas descobertas é um grande presente. Sem contar que o clima nos bastidores é bem divertido.
Lourival Ribeiro/SBT/Divulgação
Priscila Sol em cena com a atriz mirim Lorena Queiroz (foto: Lourival Ribeiro/SBT/Divulgação)

“As crianças deixam tudo mais leve. Qualquer problema parece tão pequeno, tão mínimo quando estamos perto delas. Acho que até o fato de eu ser mãe ajuda na hora de contracenar. A maternidade traz muita sensibilidade, e estar com as crianças diariamente só ajuda, pois é uma troca muito bacana. Aprendo muito com meu filho e também com os atores mirins da novela”, revela.

Desde que estreou em novembro do ano passado, Carinha de anjo tem alcançado ótimos índices de audiência. Priscila credita o sucesso da trama não só à boa história, mas ao empenho de toda a equipe. “Nosso trabalho é conjunto. Somos amigos, além de profissionais, atuando em uma mesma novela. Acho isso o diferencial, pois desta forma conseguimos passar mais verdade e isso causa empatia nas pessoas, elas se identificam mais”, analisa.

CARINHA DE ANJO
De segunda à sexta, às 20h30
SBT/Alterosa


"Assim que terminei o teste, sabia que a Tia Perucas já era minha. A gente sente”

"Quem não gostaria de ter na família uma tia como ela? Toda cheia de cores, alegria e carinho? Acho que hoje faltam pessoas assim, pessoas solares, dispostas, alegres”

"As crianças deixam tudo mais leve. Qualquer problema parece tão pequeno, tão mínimo quando estamos perto delas.

"Acho que até o fato de seu ser mãe ajuda na hora de contracenar. A maternidade traz muita sensibilidade”

"Nosso trabalho é conjunto. Somos amigos, além de profissionais, atuando em uma mesma novela. Acho isso o diferencial"

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SÉRIES E TV