Conheça a personagem de Naomi Watts em Gypsy, nova série do Netflix

A atriz interpreta uma terapeuta nova-iorquina bem-sucedida que passa a se relacionar com pessoas próximas de seus pacientes

por Agência Estado 25/06/2017 08:00


Netflix/Divulgação
Inteligente e impulsiva, personagem vai enfrentar uma crise de personalidade na trama (foto: Netflix/Divulgação)
O thriller psicológico Gypsy, uma produção original do Netflix, será disponibilizado no serviço de streaming a partir do próximo dia 30. Com 10 episódios de uma hora de duração, a série acompanha uma psicóloga de Manhattan, em Nova York, imersa em ligações perigosas. A protagonista é vivida por Naomi Watts, atriz duas vezes indicada ao Oscar – a primeira, pelo filme 21 gramas (2003) e, a segunda, por O impossível (2011).


Sem deixar o cinema de lado, a loura divide agora seu talento com os seriados. Sua última incursão como protagonista de uma produção deste tipo foi em 1997, quando estrelou a série de ficção científica Sleepwalkers, da NBC. Recentemente, ela também fez uma participação especial no revival de Twin Peaks.

Dois fatores contribuíram para que Naomi voltasse a abraçar o formato. Um deles foi acompanhar de perto a bem-sucedida experiência de seu ex-marido, o ator Liev Schreiber, com o gênero. Ele é o astro de Ray Donovan, série exibida no Brasil pelo canal HBO.

Outro fator que seduziu Naomi foi a chance de interpretar uma personagem tão complicada quanto Jean Halloway. A figura principal de Gypsy tem, aparentemente, ingredientes para ser feliz. Tem uma carreira notável na cidade de Nova York, uma espaçosa casa nos subúrbios de Connecticut, uma filhinha brilhante e um marido interessante, no caso, o advogado Michael Halloway, que é vivido por Billy Crudup (do filme Spotlight – Segredos revelados). Contudo, ela adota um comportamento controverso que pode lhe custar caro.

Embora tendo jurado ser o porto seguro e confiável de seus pacientes e jamais lhes fazer mal algum, Jean quebra sua promessa. Ela começa a desenvolver relacionamentos íntimos e ilícitos com as pessoas que fazem parte da vida dos que atende em seu consultório. Jean ultrapassa limites da ética profissional, se joga em fantasias perigosas e corre o risco de afundar numa crise de identidade. “Acho que tenho vivido como duas pessoas. Não sei qual é a verdadeira”, diz a personagem em uma cena do trailer de divulgação do canal de TV por internet.

DESEJO

Sem controlar seus impulsos, a personagem de Naomi protagoniza momentos calientes, como cenas sensuais entre duas mulheres. A personagem traz a dupla possibilidade de abordar o tema do desejo feminino. Por um lado a psicóloga supostamente lida – sabendo da importância do desejo para a análise freudiana – com as pulsões de seus pacientes. Ao mesmo tempo, são os desejos, muitas vezes impulsivos e ambíguos, o que move a personagem e a desloca de seu próprio eixo de mulher padrão bem-sucedida. Não por acaso, os dois primeiros episódios da atração são dirigidos por Sam-Taylor Johnson, que desempenhou a função no filme Cinquenta tons de cinza (2015).

Em entrevista para a revista Vogue Austrália, Naomi enaltece a importância dessa abordagem na telinha. “Nós não exploramos muito o desejo do ponto de vista feminino, particularmente para as mulheres da minha idade”, diz a atriz de 48 anos.

Além de Naomi Watts e Billy Crudup, Gypsy traz no elenco, entre outros, Sophie Cookson (Sydney), Lucy Boynton (Allison) e Karl Glusman (Sam). Respectivamente, os três atores são conhecidos pelos filmes Kingsman: Serviço secreto (2014), Sing Street: Música e sonho (2016) e Animais noturnos (2016)

O novo seriado é escrito por Lisa Rubin. A produção é da Universal Television para o Netflix. Como produtores-executivos estão Lisa Rubin, Naomi Watts, Sean Jablonski e Liza Chasin. (Estadão Conteúdo)

Serviço:

Gypsy, no Netflix
Estreia: 30 de junho

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SÉRIES E TV