Com ingressos esgotados em BH, turnê XuChá deixa fãs em cólicas

Um deles é o assistente de logística Marcos Silva, que sonha ser selecionado para viver um dia de 'paquidrag' no palco, substituindo paquitas e paquitos

por Helvécio Carlos 17/04/2017 12:03

Cláudio Diniz/divulgação
Em homenagem a Xuxa, Marcos Silva customizou bonecas com o figurino da Rainha dos Baixinhos. Em sua casa, em Contagem, ele mantém a coleção de 420 Barbies (foto: Cláudio Diniz/divulgação)

Xuxa, quem diria, está com tudo e não está prosa. A Rainha dos Baixinhos, que ampliou seu leque de fãs depois da participação especial e bem-humorada num programa do Porta dos Fundos, arrasta multidões nos shows da turnê XuChá. Em Belo Horizonte não será diferente. Os ingressos de primeiro lote para a apresentação de 27 de maio, no BH Hall, esgotaram-se em apenas três horas. Um feito e tanto, comparado às apresentações de grandes estrelas. A festa é para baixinhos que viraram adultos e até hoje, volta e meia, cantarolam Ilariê, Lua de cristal, Planeta Xuxa e Arco-íris. O momento alto da performance, claro, será o desembarque da loura de sua nave especial. XuChá é uma versão da festa Chá da Alice, que surgiu há oito anos no Rio de Janeiro.

 



Marcos Silva para ‘paquidrag’
Fã que é fã é um dos primeiros a comprar ingressos. E também recria vestidos da Rainha dos Baixinhos para bonecas Barbie. O assistente de logística Marcos Silva, de 27 anos, faz isso tudo isso e mais um pouco. Ele também criou a #marcosilvaparapaquidrag, com a esperança de ser selecionado para subir ao palco e se divertir substituindo paquitas e paquitos, os companheiros de Xuxa nos antigos programas de TV. “Sempre fui um baixinho da Xuxa”, argumenta o rapaz, que mora em Contagem. Se for selecionado no concurso, ele vai se “montar” de “paquidrag” pela segunda vez.

***
Xuxa não é a única paixão de Marcos. Desde a infância, ele sempre adorou a boneca Barbie. Aos 4 anos, ganhou a primeira de presente da mãe. O tempo passou, e hoje ele guarda 420 em casa. Faz questão de customizar várias delas. As mais novas, por exemplo, exibem o figurino que Xuxa usa no XuChá. Outras de suas criações vão de encontro à boneca linda, loura e magra. No acervo dele há Barbies cadeirantes, gordas e negras – as preferidas do rapaz.

***

O súdito mineiro de Xuxa capricha nos detalhes de suas Barbies. “Faço o cabelo black power dando choque térmico de água quente e fria. Há também as negras com tranças”, informa. Autodidata no corte e costura, ele leva suas bonecas para exposições em shoppings e lojas de brinquedos. “Quero que as pessoas olhem para elas e se identifiquem, pois estamos longe dos padrões estabelecidos”, explica Marcos.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SÉRIES E TV