BBB 17: Mayla comenta expulsão de Marcos e convoca torcida para final

'Ela não desistiu e a gente não pode desistir aqui', disse a irmã de Emilly sobre a reta final do programa

por Estado de Minas 11/04/2017 16:12

Globo/João Miguel Júnior
Emilly está na grande final do BBB 17! (foto: Globo/João Miguel Júnior)
Os últimos dias de confinamento estão sendo estressantes para Emilly e sua família aqui fora da casa. Na noite desta segunda-feira, 10, Mayla Araújo usou o seu perfil no Twitter para comentar a expulsão do affair da irmã, Marcos Harter, do Big Brother Brasil 17.

 

"Apesar do dia difícil de hoje, eu tive alguns compromissos de trabalho que não pude desmarcar. Eu não preciso provar pra ninguém o quanto eu estou magoada com toda essa situação. Como vocês podem perceber, estive ausente das redes. Preferi preservar minha mana e minha família. Eu e meu pai evitamos falar sobre um assunto tão sério e pessoal na vida de uma mulher e de sua família. Por mais que lá dentro seja um jogo da vida real, ali são todos adversários, não inimigos. Obrigada por não deixarem ela sozinha dentro da casa! E, aqui fora, fica a nossa gratidão a todos. Falta pouco e já poderei dar um abraço muito apertado na minha mana que eu amo com todo meu coração", escreveu a gêmea. 

 

Nesta terça-feira, 11, pelo Instagram, Mayla aproveitou para convocar a torcida da irmã para a final, disputada entre Emilly, Ieda e Vivian. As votações abrem na noite desta terça e se encerram no último dia do programa, na próxima quinta-feira, 13.

 

"Chegou a hora! Ah, chegou o momento. O dia que há três meses parecia um sonho distante. Uma final de BBB, quem diria! Não foi fácil. Quantas barbaridades não ouvimos? Mas a cada ameaça, a cada veneno destilado, se juntava mais gente para gritar que o amor é mais forte, a empatia é necessária. Ela se jogava lá e a gente jogava por ela aqui. A força do amor versus um ódio doentio. Mandávamos energia de cá, enquanto ela vivia o BBB dela lá. Ah, e como minha mana viveu! Ela riu, chorou, amou, sofreu, brigou, resistiu, dançou, lutou e nos encantou. Assim, sem querer, viramos um time cada vez mais unido. E hoje chegou a etapa final do jogo. E, mais uma vez a minha irmã precisa da gente. Novamente, ela precisa do nosso voto para mostrar que o rancor não tem vez, a ternura e o carinho serão mais fortes. Ela não desistiu e a gente não pode desistir aqui. É hora de ter a garra dela nas provas de resistência e votarmos como nunca votamos antes. É dobrar, triplicar, quadruplicar nossa meta. É fazer valer a pena cada um dos quase 90 dias. E a gente vai chegar lá, unidos, como sempre fomos, o #TIMEEMILLY", disse ela, que está focada nos votos que a irmã precisa para vencer o reality show. 

 

 

 

 

 

 

 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SÉRIES E TV