BBB17: Rômulo e Tiago Leifert lavam roupa suja ao vivo

Antes de ser eliminado no oitavo paredão, o diplomata questionou 'recados' que o apresentador mandou para a casa

por Estado de Minas 22/03/2017 12:57

Globo/Divulgação
Rômulo, na noite de eliminação do BBB17 (foto: Globo/Divulgação)

Na edição desta terça, 21, do BBB17, noite de eliminação, ocorreu um fato inédito no programa _um debate entre o apresentador (Tiago Leifert) e um dos candidados ao prêmio de R$ 1,5 milhão (o diplomata goiano Rômulo Neves, de 39 anos, que estava emparedado e terminou sendo eliminado, com 65% dos votos).



Ao fazer seu contato com a casa, Leifert perguntou a Rômulo como ele estava se sentindo e, depois de ouvir a resposta (“80% de mim está com vontade de ver a Ana (sua mulher) e 20% quer continuar no jogo”), o apresentador perguntou se Rômulo ainda queria fazer uso da palavra.

O diplomata aproveitou a oportunidade para questionar duas mensagens que Leifert havia dado à casa, em noites anteriores de Paredão. Na primeira delas, o apresentador tentava pedir mais ação dos brothers e disse: “Na história do BBB, nunca uma máquina de lavar ganhou o prêmio. Nós nos apaixonamos por vocês por suas qualidades e defeitos. Perfeição é chato” e seguiu dizendo que o que movimenta o jogo é o conflito entre os participantes.

Rômulo entendeu que a indireta era para ele, cujo comportamento na casa sempre foi o de dar atenção às tarefas domésticas, pedir a participação de todos nelas, além de adotar desde o início uma postura de defender o jogo limpo e a boa convivência entre os brothers.

Dirigindo-se a Leifert, ao vivo, Rômulo afirmou: “Ser correto, ser certinho não é chato. Dá para ser correto sendo bem-humorado, alegre e feliz”. Leifert disse que concordava com isso e que não havia usado a palavra “corrreto”, mas sim “perfeição”. O diplomata argumentou que perfeito ninguém é e observou que “fica um pouco subentendido (no comentário de Leifert) que buscar superar nossos piores defeitos nos torna pasteurizados”.

O segundo discurso de Leifert questionado por Rômulo foi o que o apresentador fez no dia da eliminação de Roberta (no sétimo Paredão), reprovando o comportamento de “follow e unfollow”. Outra vez discordando, Rômulo afirmou: “Muitas vezes, uma pessoa para de seguir ou dá unfollow no perfil (de outra), porque você não gosta do perfil”. Mais cedo, durante discussão com Marcos, ele havia citado esse ponto dizendo que às vezes alguém deixa de seguir um perfil porque ele está podre. 

Leifert agradeceu “a maneira respeitosa” com a qual Rômulo apresentou seus argumentos ao vivo e citou  que havia ouvido as conversas do emparedado com outros brothers na casa, nas quais Rômulo se referiu às falas do apresentador como “discursinho” e “palhaçada”.

 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SÉRIES E TV