Karol Conka será a sétima apresentadora do programa Superbonita, do GNT

Programa estreia dia 6; cantora tomou um susto quando ficou sabendo da proposta

por Ana Clara Brant 26/02/2017 08:39

Reprodução/Instagram
'Esse programa vem com um conceito de libertação de beleza. Você é bonita do jeito que quiser, sem seguir um padrão, e ainda mostra os vários estilos superbonita de ser' (foto: Reprodução/Instagram)
Quando recebeu o convite para substituir Ivete Sangalo no comando do Superbonita, no GNT, a cantora curitibana Karol Conka, de 31 anos, ficou uns cinco minutos em estado de choque. Ela conta que o sonho de apresentar um programa a acompanha desde que era criança e entrevistava a si própria. “Eu fazia perguntas para mim e as respondia. Era uma loucura”, diverte-se. A artista admite que o convite da emissora de TV a cabo a surpreendeu e, mais do que uma realização, é uma honra.


“Sempre quis ser apresentadora e minha inspiração é a Hebe Camargo. Nem acredito que esse dia chegou. Mas te digo que imaginava apresentar um outro tipo de atração, algo mais esculachado igual a mim (risos). O Superbonita é mais fino. Nem posso falar que tomo cerveja”, brinca Karol, que estreia no próximo dia 6 de março.

A rapper diz que o que mais a atraiu foi o aspecto comportamental do programa. Suas canções vão definir o tema de cada episódio. Que delícia, Tombei, Gandaia, É o poder e Bate a poeira foram algumas das escolhidas para nortear o papo com anônimos e famosos. Entre os assuntos estão empoderamento, autoestima, maternidade, diferentes estilos, superexposição e críticas na internet.

“Se a gente não debater essas coisas, já que nas escolas não se fala, as pessoas vão adoecer. Temos que trazer esses assuntos para a ordem do dia. São temas que sempre me inspiraram e farão parte do Superbonita”, defende.


Além de ter ido às ruas conversar e conhecer personagens únicos e inspiradores, que desconstroem estereótipos e quebram paradigmas, Karol Conka recebeu convidados ilustres – Valesca Popozuda, Clarice Falcão, José Loreto, Débora Nascimento, Jout Jout, Alice Caymmi, Nanda Costa, Ludmila, Giulia Costa, Fernanda Freitas, Fernanda Rodrigues, Sophia Abrahão, Paloma Bernardi e Jaloo.

Outra novidade é a participação de uma youtuber, que vai falar sobre o tema do dia e compartilhar um dos seus truques de beleza. “Esse programa vem com um conceito de libertação de beleza, você é bonita do jeito que quiser, sem seguir um padrão, e ainda mostra os vários estilos superbonita de ser. Acho importante a TV acompanhar essa reeducação cultural brasileira. Esse é o tipo de arte que eu me sinto à vontade em fazer”, ressalta Karol, que está preparando o segundo disco da carreira, Ambulante. “Ele tem um pouco de tudo. Pirulito, pipoca, doce (risos), ou seja, é bem eclético, solto e desapegado. Não gosto de mesmice”, avisa.

A segurança e a autoestima de Karol impressionam. A cantora acrescenta que os pais e a avó sempre a incentivaram e a elogiaram, o que a tornaram meio “exibida”. Porém, ela reforça que nem sempre foi assim e que chegou a passar maus bocados. “Quando engravidei, aos 19 anos, foi bem complicado. Cheguei a ter depressão pós-parto. Não estava feliz com o meu corpo. Mas depois entendi que o que estava acontecendo comigo era tão mágico, a coisa mais fantástica da natureza, e que uma estria ou uma celulite não podiam apagar o brilho daquele momento”, destaca.

CUIDADOS Karol Conka será a sétima apresentadora do Superbonita desde a estreia do programa em 2000. “Preferi não ver nenhum para poder ter o meu estilo. Agora que terminaram as gravações eu assisti alguns. E foi muito bacana estrear já de cara com a Taís Araújo, que foi uma das apresentadoras e meu deu a bênção. É um desafio, mas eu não poderia estar mais feliz”, celebra.

A cantora – conhecida por seu vozeirão, seu empoderamento e pelo cabelo cor-de-rosa –  revela que passou a se cuidar mais depois de apresentar o Superbonita e tem incorporado algumas dicas estéticas e de saúde ao seu cotidiano. “Com o meu cabelo sempre tive um cuidado mais especial. Hidrato e passo uma vitamina. Mas te confesso: só passei a usar filtro solar depois da minha conversa com a Taís Araújo. Costumo comer e beber de tudo, principalmente cerveja de trigo e melão, que adoro, mas não gosto de refrigerante, sorvete e requeijão. Eu me sinto ótima aos 31 anos, mais negrificada e bombástica do que nunca. Ser superbonita é, antes de mais nada, ter autoestima”, salienta.

Superbonita
Nova temporada com Karol Conka. Estreia em 6 de março, às 21h, no GNT

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SÉRIES E TV