Caio Blat é contratado pela BBC para atuar em série britânica

O ator vai integrar o elenco de 'McMafia', que irá expor como funciona o crime organizado no mundo

por Agência Estado 20/02/2017 15:49

Globo/Renato Rocha Miranda
Caio irá interpretar um gângster que se apresenta com o nome de Antonio Mendez (foto: Globo/Renato Rocha Miranda )
Caio Blat é mais um ator brasileiro prestes a construir uma carreira internacional. Ele foi contratado pela BBC para integrar o elenco de McMafia, produção original da rede britânica que irá expor como funciona o crime organizado no mundo.


A trama é inspirada no livro homônimo de Misha Glenny, que escolheu este nome por acreditar que as redes criminosas atuam da mesma maneira em todas as partes do mundo.

"É como o McDonald’s. Em qualquer parte do mundo você pode comer o mesmo tipo de sanduíche. Assim funciona o crime organizado. O que muda são os estereótipos, mas a mentalidade por trás de cada grupo é sempre a mesma", disse Glenny ao E+ durante o Showcase da BBC, em Liverpool.

Sobre a escalação de Caio Blat, a produção buscava um ator latino que não estivesse dentro do padrão que o mundo já conhece. Em uma feira voltada ao mercado televisivo, ele viu um trabalho do brasileiro e se encantou com sua performance.

"A gente buscava atores para o cartel latino da série, mas não queríamos cair no clichê. Aí nós o vimos atuando, e ele era tão sedutor, leve e convincente. Ele é um grande ator e conhecê-lo foi uma grata surpresa", disse Hossein Amini, diretor da série.

Caio irá interpretar um gângster que se apresenta com o nome de Antonio Mendez, mas ninguém sabe exatamente quem ele é por que ele mente sobre a sua identidade.

 

"Antonio trabalha para o mais poderoso cartel mexicano. E, como disse, ele é misterioso e ninguém sabe sua real origem, tanto que não tem traços mexicanos. Ele seduz Alex Godman (James Norton), o protagonista, e seduz também Rebeca, sua namorada. É um personagem importante na história", explica Amini.

McMafia está em fase de gravações e deve estrear somente em 2018.

*O repórter viajou a Liverpool a convite da BBC Worldwide

VÍDEOS RECOMENDADOS