Ex-BBB Laércio completa nove meses preso

Acusado de crime de estupro de vulnerável e por fornecer bebidas alcoólicas a menores de idade, ele ainda aguarda julgamento

por Estado de Minas 13/02/2017 12:50
Rede Globo/Reprodução
Laércio de Moura está preso desde maio de 2016. (foto: Rede Globo/Reprodução)
No último domingo (12), Laércio de Moura, de 54 anos, que participou do BBB16, completou nove meses preso na Casa de Custódia de Curitiba enquanto aguarda julgamento. Ele é acusado por crime de estupro de vulnerável e por fornecer bebibas alcoólicas a menores de idade. Segundo informações do jornal Extra, o ex-BBB divide uma cela com outros presos, também acusados de crimes de estupro. 

Durante sua passagem pelo reality show, Laércio revelou que costumava se envolver com mulheres mais novas e foi alvo de polêmicas após ser chamado de pedófilo pela participante Ana Paula Renault. 

Em maio de 2016, o Ministério Público do Estado do Paraná denunciou Laércio pelos crimes de fornecimento e tráfico de drogas e estupro de vulnerável. Já em julho, a Justiça aceitou a denúncia contra o designer de tatuagens. 

De acordo com a delegada do caso, Daniela de Andrade, as investigações apontaram que o ex-BBB manteve uma espécie de ''relacionamento'' com uma adolescente, que na época tinha 13 anos. 

À época da prisão, a Polícia Civil divulgou trechos de conversas de 2012 entre Laércio e uma adolescente. Nas mensagens trocadas pelo Facebook, ele fala de fetiches e faz convites para beber e transar. 

De acordo com a legislação brasileira, qualquer relação com menores de 14 anos é classificada como estupro de vulnerável. 

A família dele acredita que o caso foi armado contra Laércio. ''Essas meninas armaram contra ele. Estão investigando a vida dele, mas ninguém achou prova alguma. Estamos aguardando'', disse a mãe dele, Regina de Moura. Segundo ela, o ex-BBB está sendo bem tratado na prisão e reclama somente de saudade da família. 


VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SÉRIES E TV