Record demite apresentador que fez ofensa racista a Ludmilla

Emissora lamentou "os transtornos causados à cantora, sua família e seus fãs"; ela prometeu processar o jornalista: 'Ainda existem pessoas que não compreendem que a discriminação racial é crime'

por Diário de Pernambuco 18/01/2017 15:33
Fcaebook/Reprodução
Vídeo foi compartilhado por internautas e pela própria artista nas redes sociais. (foto: Fcaebook/Reprodução)
A Record TV anunciou, via comunicado, a demissão do jornalista Marcão Chumbo Grosso, do Balanço geral. Na última terça-feira, 17, durante o quadro A hora da venenosa, na edição do Distrito Federal da atração, ele chamou a cantora carioca Ludmilla de ''macaca'', o que gerou indignação de espectadores e internautas em todo o país. A artista publicou um desabafo nas redes sociais e disse que vai processá-lo por racismo.

''A Record TV vem a público lamentar os transtornos causados à cantora Ludmilla, sua família e seus fãs motivados por um comentário feito pelo apresentador Marcão no Balanço Geral DF. A Emissora repudia qualquer ato dessa natureza e afirma que este tipo de conduta não está na linha editorial de nosso Jornalismo. Por este motivo, a Record TV Brasília optou por rescindir o contrato do apresentador Marcão'', diz a nota oficial, enviada por e-mail para órgãos de imprensa.

O comentário racista foi dito durante conversa ao vivo com Sabrina Albert sobre as recusas de Ludmilla de tirar fotos e se aproximar de fãs. ''É uma coisa que não dá para entender. Era pobre, macaca… Pobre, pobre mas pobre mesmo. Eu sempre falo para os meus amigos: eu era pobre e macaco também. Eu era não… Eu sou rico hoje, de saúde, graças a Deus'', disparou ele, sobre o depoimento de um garçom, segundo o qual a cantora pediu para dizer que estava resfriada. 

Quando assistiu ao vídeo, Ludmilla decidiu acionar a Justiça, como fez com a socialite Val Marchiori e um internauta, posteriormente identificado como Helder Santos, de 31 anos, morador do Rio de Janeiro. ''A mãe dela me ligou chorando, triste pra caramba. Ludmilla está muito chateada'', contou o empresário da artista, Alexandre Baptistini na noite desta terça-feira. 

No Facebook, a cantora de Hoje e A danada sou eu compartilhou o trecho da conversa na qual ela é chamada de macaca e fez um desabafo. ''Infelizmente, ainda existem pessoas que não compreendem que a discriminação racial é crime e alguns, ainda usam o espaço na mídia para noticiar mentiras ao meu respeito, ofender, menosprezar e propagar todo o seu ódio. Não deixaremos impunes tais atos, trata-se de um desrespeito absurdo, vergonhoso. Fica evidente que esse cidadão @marcaoapresentadortv não possui nenhum pudor ou constrangimento em ofender alguém em rede nacional'', escreveu ela.
 
 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SÉRIES E TV