Globo adia série sobre aviação por causa de acidente com Chapecoense

'Brasil a bordo' vai estrear apenas no segundo semestre

por Estado de Minas 15/12/2016 13:52

Uma das atrações mais aguardadas da Globo para 2017 é a série de Miguel Falabella, Brasil a bordo. Prevista para estrear no final de janeiro, nas noites de quinta-feira, a série foi adiada para o segundo semestre.

Tv Globo/Divulgação
Prevista para estrear em janeiro, série foi adiada para o segundo semestre (foto: Tv Globo/Divulgação)

A direção da Globo chegou à conclusão que não seria bom exibir, apenas dois meses após a tragédia com o time da Chapecoense, uma comédia sobre uma empresa aérea falida, conhecida por pregar sustos em passageiros e tripulantes.

 

Oficialmente, a Globo diz apenas que a produção "está prevista" para o primeiro trimestre. No início de novembro, no entanto, executivos da emissora anunciaram a produção como um dos próximos títulos do catálogo da plataforma on-line Globo Play. Estaria disponível no final de janeiro.

 

Criada por Miguel Falabella, o seriado é uma comédia escrachada sobre empresa aérea que quebra por causa de dívidas trabalhistas. A companhia, chamada de Piorá Linhas Aéreas, passa então a operar precariamente, sob o controle dos funcionários.

 

As gravações já estão bem avançadas. Estão no elenco o próprio Miguel Falabella, Arlete Salles e Luiz Gustavo, entre outros. Marcos Caruso entrou no mês passado, substituindo Ney Latorraca, que se recusou a regravar alguns episódios. Até uma sala de embarque de um aeroporto foi construída no Projac para servir de cenáro

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SÉRIES E TV