Ellen DeGeneres chora ao receber medalha de honra das mãos de Obama; assista

A apresentadora e comediante foi uma das 20 personalidades agraciadas com o prêmio, além de nomes como Bruce Springsteen e Robert De Niro

por Diário de Pernambuco 23/11/2016 10:47

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Saul Loeb/Casa Branca/Reprodução
Comediante atualmente apresenta o programa diário 'The Ellen DeGeneres Show' (foto: Saul Loeb/Casa Branca/Reprodução )
Na noite da última terça-feira, 22, o presidente norte-americano Barack Obama entregou, pela última vez em sua administração, a Medalha Nacional da Liberdade, a mais alta honraria que um cidadão do país pode receber. Na ocasião, cerca de 20 artistas, atletas e cientistas foram agraciados com o prêmio. Entre eles, a apresentadora e comediante Ellen DeGeneres, que não segurou as lágrimas ao ouvir o discurso do presidente.

 

"É fácil esquecer agora, quando o casamento já é igualitário perante a lei, quanta coragem a Ellen precisou ter para se assumir lésbica mais de 20 anos atrás. É fácil esquecer a importância que isso teve não só para a comunidade LGBT, mas para todos nós, de ver uma pessoa tão cheia de bondade e luz. Ver alguém de quem gostamos tanto, alguém que poderia ser nossa vizinha ou colega ou irmã, desafiar nossas próprias crenças. Ela lembrou que nós todos temos mais em comum do que imaginamos e empurrou o nosso país na direção da justiça. Que fardo incrível ela carregou, arriscando a carreira dela. As pessoas não fazem isso com muita frequência", disse o presidente.

 

DeGeneres, que é casada com a atriz Portia de Rossi desde 2008, chorou ao receber a medalha das mãos de Obama, "pelos serviços prestados ao público norte-americano". "Em um carreira de mais de três décadas, Ellen DeGeneres trouxe alegria para nossas vidas como comediante, atriz e estrela de televisão. Em todo o papel que fez, ela nos lembrou de sermos mais gentis uns com os outros e tratar as pessoas como queremos ser tratados. Em um momento crucial, sua coragem ajudou a mudar o coração e a mente de milhões de americanos, acelerando a jornada da nossa nação em direção à igualdade. Inúmeras vezes, Ellen nos mostrou que um único indivíduo pode fazer do mundo um lugar mais divertido, mais aberto e mais cheio de amor, contanto que continuemos a nadar", disse o discurso oficial, fazendo referência ao lema da peixe Dory, personagem de Procurando Nemo dublada por DeGeneres.

 

Minutos antes da cerimônia, a apresentadora, que esqueceu a identidade e chegou a ser barrada na entrada da Casa Branca, gravou um mannequin challenge com os outros recipientes da medalha, que incluíram personalidades como os atores Robert De Niro, Tom Hanks e Robert Redford, a atriz Cicely Tyson, a cantora Diana Ross, o bilionário e filantropo Bill Gates e a esposa Melinda, o atleta Michael Jordan e Lorne Michaels, criador de um dos programas mais duradouros da televisão americana, o humorístico Saturday night live.

 

O músico Bruce Springsteen também se emocionou com o prêmio, ao ouvir de Obama que "eu sou o presidente, mas você é o chefe" e ainda que "há um lugar para todo mundo na América de Springsteen".

 

 



VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SÉRIES E TV