Fé ativa cérebro da mesma forma que sexo e drogas

Os cientistas usaram exames de imagem por ressonância magnética funcional (IRMf) para identificar as redes cerebrais envolvidas com a representação de sentimentos espirituais

por Agência Estado 30/11/2016 10:30
As experiências religiosas e espirituais ativam os sistemas de recompensa do cérebro, assim como acontece com o amor, o sexo, o jogo, as drogas, a música e outras atividades ligadas ao prazer. A conclusão é de um estudo liderado por pesquisadores da Universidade de Utah, nos Estados Unidos, e publicado nesta terça-feira (29/11), na revista Social Neuroscience.

Os cientistas usaram exames de imagem por ressonância magnética funcional (IRMf) para identificar as redes cerebrais envolvidas com a representação de sentimentos espirituais em um grupo de jovens mórmons. Os 19 participantes - 12 homens e 7 mulheres - foram submetidos aos exames enquanto eram estimulados, por meio de vídeos e frases de líderes religiosos, a experimentar um intenso sentimento espiritual.

A atividade cerebral registrada pelos exames, segundo os autores do estudo, mostrou que "poderosos sentimentos espirituais estão claramente associados à ativação do núcleo accumbens, uma região do cérebro que tem papel fundamental no sistema de recompensas, cuja função é receber e propagar pelo organismo os estímulos de prazer".

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SAÚDE PLENA