Veja dicas de como diminuir o sódio na alimentação e prevenir a hipertensão

Brasileiros consomem em média 12 gramas de sal diariamente, mais do que o dobro da quantidade recomendada pela OMS que é de 5g

por Estado de Minas 07/11/2016 10:49

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Reprodução Internet
Consumo excessivo de sódio é apontado como uma das causas da hipertensão (foto: Reprodução Internet)
A população brasileira consome em média 12 gramas de sal diariamente, mais do que o dobro da quantidade recomendada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e Sociedade Brasileira de Hipertensão (SBH), que é de 5g. O que preocupa os profissionais da área de saúde é que o consumo excessivo de sódio é apontado como uma das causas da hipertensão, o que aumenta significativamente o risco de doença cardiovascular, a principal causa de mortes no Brasil e no mundo. Por isso, é preciso ter cuidado com a quantidade de sal que adicionamos espontaneamente em nossas preparações diárias. “Estudos apontam que até um quarto de todo o sal que uma pessoa consome no dia é adicionado à comida durante o preparo”, explica a nutricionista Marcia Gowdak, responsável pelo Departamento de Nutrição da SBH. Porém, reduzir a quantidade de sódio não significa reduzir o sabor dos pratos que a gente prepara. Pensando nisso, Marcia dá dicas para diminuir a quantidade de sódio:

» Experimente a preparação antes de adicionar mais tempero. Muitas pessoas acrescentam o sal antes de saber se o prato está saboroso;

» Cuidado com o consumo de alguns alimentos, como bacon, queijo, azeitona e salame. Esses alimentos contêm quantidades elevadas de sal e são frequentemente usados como ingredientes do feijão, feijoada, saladas e outras preparações consumidas diariamente;

» Reduza a quantidade de sal usada gradativamente. O paladar precisa de um tempo para se acostumar ao novo sabor;

» Leia os rótulos das embalagens. A indicação da quantidade de sódio presente em cada produto deve ser informada ao consumidor. Além disso, alguns produtos explicam como deve ser o modo de preparo para que a quantidade de sódio informada no rótulo corresponda ao limite
de nosso consumo;

» Quando utilizar temperos em pó ou caldo, não adicione mais sal ao alimento. Esses produtos já têm a quantidade suficiente para deixar a comida saborosa;

» Retire o saleiro da mesa. A atitude é simples e vai ajudar a reduzir a vontade de acrescentar mais sal à comida. É muito comum acrescentar sal à salada sem experimentar o tempero primeiro. Isso pode levar ao consumo excessivo de sódio;

» Durante o preparo, utilize medidas caseiras para acrescentar sal aos pratos. A referência da colher de chá ou café é sempre melhor do que o “sal a gosto” e as “pitadas”.

 

Drika Viana/Divulgação
(foto: Drika Viana/Divulgação)
 

Fisioterapia aquática controla a hiperglicemia
Próximo ao Dia Mundial do Diabetes, celebrado dia 14, o fisioterapeuta Rogério Celso Ferreira, diretor clínico da Fisior Hidroterapia em Belo Horizonte, conta que para aqueles que já têm a doença a atividade física é essencial e parte integrante do tratamento e controle da hiperglicemia. Nesses casos, a hidroterapia ou terapia aquática pode ser uma das atividades de tratamento. O fisioterapeuta explica que a prática da hidroterapia regular acelera as adaptações metabólicas e hormonais precoces, que aparecem no início da atividade física, e contribuem para reduzir as necessidades de insulina. “Além de não sobrecarregar as articulações e exercer um controle de peso, a terapia aquática reduz o risco de doenças cardiovasculares, promove o aumento da autoconfiança e melhora a oxigenação sanguínea, a circulação e o condicionamento pulmonar”, acrescenta o especialista.

RTP/Reprodução Internet
(foto: RTP/Reprodução Internet)

Previna-se contra a osteoporose
Apesar de atingir 10 milhões de brasileiros, a osteoporose, doença caracterizada pela diminuição progressiva da massa óssea e maior propensão a fraturas, pode ser prevenida. A endocrinologista Marise Lazaretti Castro explica que o trio cálcio, vitamina D e atividade física é essencial para ossos saudáveis. “O cálcio tem a função de tornar a estrutura óssea mais resistente, mas a vitamina D é fundamental para sua absorção no intestino e o exercício promove a fixação do mineral”, ressalta. O cálcio também é fundamental para diversas outras funções vitais no organismo, como contração muscular, coagulação do sangue, ativação de enzimas e outras reações celulares. “O esqueleto funciona como um reservatório de cálcio no organismo e quando os níveis não estão normais no sangue ele é retirado dos ossos”, destaca a médica. E a perda natural de cálcio nos ossos começa aos 30 anos, quando devemos nos preocupar ainda mais em reforçar os hábitos saudáveis.

O PODER ANTIOXIDANTE DA VITAMINA C
A vitamina C está em primeiro lugar entre os ingredientes clareadores e iluminadores da pele recomendados por dermatologistas e profissionais de estética do mundo inteiro. Ela tem propriedades antioxidantes, elimina os radicais livres, reduzindo os sinais de envelhecimento. É uma substância essencial em todos os aspectos: no funcionamento da pele, feridas e síntese de colágeno. De acordo com a biomédica Eidi France, especialista em estética e terapeuta corporal, o ativo pode ser considerado multifuncional, pois tem ação antioxidante e combate os radicais livres, diminui as rugas, as linhas de expressões e ilumina a pele, além de melhorar a hidratação e firmeza cutânea, devido ao aumento da produção de fibras de colágeno e elastina. “Existem vários tratamentos com vitamina C que rejuvenescem, estimulam a produção de colágeno e iluminam a pele. Quando a concentração é mais alta, o ativo chega em sua máxima concentração efetiva e estável”, explica.

Corrida na veia
O administrador de empresas e palestrante motivacional Afonso Cappai de Castro acaba de lançar Paixão por correr (Editora Autografia, 159 p.), no qual compartilha com o leitor sua experiência como atleta amador há 36 anos. Aos 71, Castro pretende percorrer a distância da Linha do Equador, ou seja, nada menos que 40.075 quilômetros. Essa é a distância completa em volta da Terra. O desafio parece enorme? Pois ele já percorreu 35 mil quilômetros e busca finalizar sua meta em Macapá, na Linha do Equador, até 2019. Conheça mais do projeto em www.linhadoequadorvirtual.com.br.

DIA DE COMBATE AO CÂNCER

Rede Mater Dei oferece 200 consultas gratuitas
A Rede Mater Dei de Saúde vai oferecer no dia 27/11 (domingo), das 8h às 17h, 200 consultas oncológicas gratuitas no seu Hospital Integrado do Câncer, para homens e mulheres. A ação “Mater Dei na luta contra o câncer”, celebra o Dia Nacional de Combate ao Câncer, comemorado na data. É a sexta edição da campanha, que oferece atendimento para 100 mulheres com idade maior ou igual a 40 anos e 100 homens com idade maior ou igual a 50. Os exames básicos disponibilizados para os homens serão o PSA (antígeno prostático específico total e livre) e o exame clínico de toque retal. Para as mulheres será feita a mamografia. Se houver necessidade, os pacientes terão direito a consultas de retorno e realização de exames complementares como ultrassonografia e biópsia. Participam da ação, voluntariamente, equipes da mastologia, mamografia, anatomia patológica, oncologia, urologia e ultrassonografia, além dos profissionais de apoio. As inscrições podem ser feitas a partir de amanhã, somente pelo telefone (31) 3339-9137 (setor de Comunicação e Marketing da Rede), das 14h às 17h. As vagas são limitadas e estarão abertas até se esgotarem. Para participar é imprescindível atender às exigências de idade e não ser usuário de convênio médico. Cada pessoa poderá realizar somente uma inscrição por ligação.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SAÚDE PLENA