Tecnologia auxilia diagnóstico e tratamentos

Hospital cria parque tecnológico para realização de exames, que oferece, além de todos os serviços para um rápido diagnóstico, estrutura para o tratamento imediato quando necessário

por Redação 03/08/2016 09:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Rafael Motta/Divulgação
Rede Mater Dei, de Belo Horizonte, cria núcleo de medicina diagnóstica com equipamentos de ponta para aprimorar atendimento (foto: Rafael Motta/Divulgação)
É difundido em quase todas as áreas da medicina que quanto mais cedo for o diagnóstico de uma doença, maiores são as chances de tratá-la, retardando, assim, sua evolução. Pensando nisso, a Rede Mater Dei de Saúde criou o Mater Dei Medicina Diagnóstica: um parque tecnológico para realização de exames, que oferece, além de todos os serviços para um rápido diagnóstico, estrutura para o tratamento imediato, quando se fizer necessário. Os pacientes podem fazer exames nos dois hospitais da rede. Um serviço de medicina diagnóstica em uma estrutura hospitalar é importante por permitir mais segurança assistencial para o atendimento em casos de reações adversas a contrastes e medicamentos.

“As equipes de radiologistas têm um aprimoramento em cada especialidade, como neurologia, ortopedia, pneumologia etc. Além da formação geral, há dedicação específica em determinada especialidade”, diz o médico Wanderval Moreira, coordenador do Serviço de Radiologia do Mater Dei Santo Agostinho. Ele explica que há serviços em que o radiologista dá o laudo a distância, mas no parque existe integração no momento de estudo e discussão de cada caso, o que beneficia o paciente por garantir precisão aos resultados.

Os mais diversos exames são realizados – como a ressonância magnética 3 tesla, tomografia 160 canais e multislice 128 canais – com baixa dose de radiação. “Os tomógrafos, por exemplo, apresentam melhor qualidade de imagem e agilidade no resultado, com baixa dosagem de radiação em todos os exames de tomografia e PET-CT”, afirma Moreira. Ali também são feitos exames de ultrassonografia 4D, mamografia com tomossíntese, densitometria óssea, biópsias, entre outros métodos. Segundo o médico, os profissionais estão direcionando mais pacientes para a realização desse exame por se sentirem mais seguros com aparelhos e com menor exposição à radiação.

A ressonância magnética com três tesla é um método presente no parque tecnológico que não usa radiação, mas uma espécie de grande ímã, que desestrutura os elétrons do íon hidrogênio – elemento abundantemente presente no corpo humano. Desse processo se formam imagens mais reais, nítidas e definidas do que as produzidas pela ressonância de 1.5 tesla, padrão no mercado. O resultado facilita os estudos do cérebro e do sistema nervoso central, análise de articulações de quadril, ombro e punho, por exemplo, em que o uso do contraste entre as articulações ajuda a detectar lesões nos sistemas muscular e esquelético.

O equipamento utilizado tem abertura mais ampla que a dos modelos anteriores (mais de 70 centímetros de amplitude), resultado da nova tecnologia open board. O design e a funcionalidade aliviam eventuais casos de desconforto e claustrofobia dos usuários. “O aparelho é dotado da tecnologia silent, que reduz o ruído e a ansiedade do paciente”, comenta Eduardo Carvalho Miranda, médico coordenador do Serviço de Radiologia do Mater Dei Contorno. Esse tipo de ressonância é fundamental para diagnósticos que requerem imagens mais rápidas, com qualidade e clareza. A ressonância é ainda muito usada para a identificação precoce de tumores e vem revolucionando técnicas funcionais não invasivas para quantificar doenças neoplásticas, metabólicas e inflamatórias.

Nos últimos anos, a tomografia por emissão de pósitrons associada à tomografia computadorizada (PET-CT), também presente no Mater Dei Medicina Diagnóstica, tem inovado no cuidado dos pacientes com câncer. A condução adequada do tratamento requer imagens com alta sensibilidade e especificidade que podem mudar o tratamento em tempo hábil e salvar vidas. O PET-CT ajuda nos casos onde não se sabe a localização do foco de infecção e nas avaliações da quantidade de músculo do coração em sofrimento, por exemplo, que ainda pode ser salvo por cirurgia ou angioplastia.

SERVIÇO
O agendamento de exames pode ser feito
pelo telefone e on-line.
Central de Marcação de Exames: (31) 3339-9800.
De segunda a sábado, das 7h às 19h.
Agendamento e resultados de exames 24 horas: www.materdei.com.br

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SAÚDE PLENA