Pele de bebês exige cuidados especiais no inverno

Pais devem ficar atentos à hidratação, escolha do sabonete e duração dos banhos

28/07/2016 09:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Ramon Lisboa/EM/D.A Press
Ana Paula Leão Silva descobriu o banho de balde no curso para gestante e percebe que o filho Rafael adora (foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press)
A pele das crianças precisa de cuidados especiais nesta época do ano, pois muitas tendem a ter um ressecamento acentuado no inverno, podendo causar irritações, coceiras, dermatites e outras lesões na pele. Por isso, a dermatologista Moema Veloso Pimenta, da clínica Saúde Plena, recomenda alguns cuidados especiais que as mães e os pais podem ter com os bebês:

» Hidratação da pele do bebe: dê preferência ao hidratante hipoalergênico, infantil ou à base de glicerina. Os óleos naturais, como de amêndoas e de sementes de uva,
também funcionam bem.

» Atenção ao sabonete: use sabonetes de composição hidratante, como o sabonete de GH ou de glicerina.

» Banhos: evite os muito demorados. Muito tempo exposto à água, principalmente à água mais quente, pode contribuir para o ressecamento; deixe a bucha de lado. O atrito da bucha retira a proteção natural da pele, ainda mais importante em baixas temperaturas para evitar o ressecamento; atente para a quantidade de banhos. Se for tomar mais de um banho por dia, aplique o sabonete no corpo em apenas uma das vezes. Nos outros banhos, apenas na região genital e no bumbum.


CONFIRA MAIS NOTÍCIAS DO CONTA GOTAS

Curso e palestra de Gustavo Gitti
Gustavo Gitti, professor de TaKeTiNa (método criado nos anos 70 para usar o ritmo como ferramenta para trabalhar corpo e mente), realizará palestra e curso em BH. A palestra ocorrerá em 5 de agosto e abordará relacionamentos lúcidos e como cultivar relações mais benéficas em todas as direções. Já o curso será em 6 e 7 de agosto, e abordará o sutra do coração na meditação com o roteiro dos oito pontos e no aspecto de ação, a capacidade de manter o olho de lucidez em meio às experiências cotidianas. Mais informações e inscrições no site www.cebb.org.br

Cirurgias plásticas

Por volta de 20 milhões de procedimentos estéticos são realizados por ano. Somente no Brasil, foram mais de 2 milhões. Os dados são da International Society of Aesthetic Plastic Surgery (Isaps) e deixaram o país atrás apenas dos Estados Unidos, onde foram mais de 4 milhões. Entre as intervenções cirúrgicas, lipoaspiração, mama, pálpebras e nariz são as mais procuradas. Toxina botulínica, ácido hialurônico e laser para remoção de pelos estão entre as principais técnicas não invasivas. “Homens e mulheres querem se sentir bem e, muitas vezes, uma pequena intervenção faz grande diferença na autoestima”, acredita Roger Vieira, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) e da American Society of Plastic Surgeons (ASPS).

Halitose

Mau hálito ou halitose é um problema que traz sérias consequências sociais, pessoais e até profissionais para a pessoa que sofre desse mal. E quem tem, geralmente, não se dá conta e, se percebe, não trata o problema com a seriedade que deveria. Muitas vezes por vergonha de sua condição ou por falta de informação, já que a maioria das pessoas desconhece que esse é um sinal indicativo de que alguma coisa não vai bem. Seja do ponto de vista patológico, que requer tratamento, ou fisiológico, quando apenas orientações de higienização bucal mais específicas são suficientes. Na dúvida, é preciso procurar ajuda profissional especializada para diagnosticar e eliminar as causas do problema.

Tecnologia no combate à violência contra a mulher
Um fato que ocorre desde os tempos coloniais tornou-se um dos temas mais discutidos nos últimos meses, a violência contra a mulher. “A verdade é que a sociedade ainda vê a mulher da mesma forma que antes, como se fossem diferentes dos homens e de gênero inferior. Mas a discussão é como a tecnologia pode mudar esse cenário, inclusive porque a lei na internet não deixou esses casos de lado e destaca trechos no Marco Civil para reger esses crimes,” afirma o especialista em inteligência digital Leonardo Bortoletto. Entre os aplicativos disponíveis para ajudar no combate à violência está o Clique 180, lançado em 2014, onde é possível denunciar os crimes; o Sai pra lá, que mapeia em denúncias anônimas os locais dos assédios; o Agentto, outro aplicativo que permite informar os usuários o que está ocorrendo de errado, muito utilizado por grupos de 12 pessoas; e a ONG Safernet, site para denúncias de violência virtual.

Corrida da cooperação
Será hoje, na Pampulha, a 5ª Corrida de Cooperação, organizada pela Ocemg. A largada será às 7h, da Praça Nova Pampulha, e serão realizados percursos em três categorias: caminhada de três quilômetros e corridas de cinco quilômetros e 10 quilômetros. A expectativa é que 4 mil atletas participem da iniciativa, que busca aliar esporte e solidariedade ao condicionar as inscrições à doação de dois quilos de alimentos não perecíveis, que serão entregues posteriormente para entidades beneficentes sediadas na capital mineira. Espera-se, com a iniciativa, arrecadar cerca de oito toneladas de donativos. A competição integra as comemorações em torno do Dia Internacional do Cooperativismo, celebrado anualmente no primeiro sábado de julho e que vem sendo festejado pelo Sistema Ocemg ao longo de todo o mês com diferentes ações. Mais informações no site www.minasgerais.coop.br/corridadacooperacao.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SAÚDE PLENA