Retorno ao natural: movimento encoraja mulheres a abrir mão da maquiagem

Quando um time de celebridades começa a se mostrar sem maquiagem, é possível que estejamos diante de um fenômeno de contestação aos padrões de beleza sem precedentes

por Correio Braziliense 20/07/2016 17:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Reprodução Internet
Alicia Keys: o ensaio fotográfico de cara limpa da cantora causou sensação (foto: Reprodução Internet )
A maquiagem é um recurso de embelezamento que remonta à Antiguidade. Seus dias, porém, podem estar contados a depender das defensoras do visual natural. É que diversos movimentos vêm questionando os padrões irreais de beleza e o excesso de artifícios. Recentemente, Alicia Keys entrou nessa briga ao divulgar uma carta aberta em que afirmava seu compromisso de não mais esconder seu rosto com maquiagem. A cantora já havia manifestado desconforto com a vigilância dos paparazzi. A decisão de polemizar, porém, foi tomada durante a sessão de fotos para o seu novo disco. A fotógrafa Paola Kudacki escolheu retratar a artista tal qual ela havia chegado: suada e sem maquiagem. Pronto, a polêmica estava lançada.

Outras famosas aderiram. A cantora Demi Lovato, que viveu uma fase turbulenta de autorrejeição, está à frente da campanha No Makeup Monday (Segunda-feira sem maquiagem, tradução livre) no Instagram e no Twitter. Ela pede aos fãs que postem toda segunda-feira uma foto com a cara limpa, para mostrar ao mundo a beleza e a confiança de cada um. A cantora Lorde também dá sua contribuição ao mostrar fotos nada glamourosas com creme antiacne no rosto.

Reprodução Internet
Demi Lovato sem maquiagem para sua campanha no Instagram: novos tempos (foto: Reprodução Internet )
A Vogue espanhola estampou na capa da edição de agosto a socialite e empresária Kim Kardashian sem maquiagem alguma. Com isso, Kardashian limpou um pouco própria barra, já que, habitualmente, exagera nos truques de beleza. No ano passado, a revista Rolling Stone fez uma jogada semelhante com a cantora Adele, também retratada sem make. Agora, bem recentemente, foi a vez de a Glamour exibir Mila Kunis de cara lavada. Na matéria, a atriz diz que não costuma usar maquiagem e fica dias sem lavar os cabelos. Ela conta ainda que admira as mulheres que se arrumam todos os dias, mas que isso não combina com ela.

Outro movimento de contestação é o Stop The Beauty Madness (Pare com a loucura da beleza, tradução livre), que apoia a luta contra os padrões impostos pela sociedade. Segundo o site da campanha, o objetivo é criar um mundo no qual a beleza seja definida pelas próprias pessoas — e não socialmente imposta. Eles pregam que a aparência é secundária e que a "cultura da beleza" tende a criar obsessões perigosas e transtornos de personalidade, como bulimia, depressão etc.

Como consequência, de uns tempos pra cá, as redes sociais ficaram cheias de selfies de famosos sem maquiagem, para mostrar que a beleza natural também deve ser valorizada. As atrizes Sofia Vergara, Cameron Diaz, Jessica Alba e as cantoras Lady Gaga e Beyoncé são algumas das celebridades que já compartilharam fotos com essa filosofia. O que há em comum entre todas essas manifestações é o sentimento de que as mulheres se empoderam ao negar padrões pré-concebidos.

Reprodução Internet
A cantora Lorde divulgou uma foto com creme antiacne no rosto, preparando-se para dormir (foto: Reprodução Internet )
A professora Isadora Bernardes, 24 anos, explica que nunca foi muito "menininha", nem quando criança. A sua irmã se interessava pelos kits infantis de maquiagem, mas ela nunca se importou. Por isso, nunca aprendeu a se maquiar e nunca fez questão. "Nunca precisei, digamos assim. Não tive espinhas na adolescência, por exemplo. Então, nunca tive a necessidade de esconder algo", explica. Além disso, ela defende que as mulheres não precisam estar maquiadas para ficarem bonitas, mas explica que esse pensamento veio ao longo do tempo, com o feminismo e a militância.

Isadora diz que não houve cobrança por causa de sua decisão — as pessoas do seu círculo social aceitaram sem questionamento. Já a estudante de psicologia Luisa Bandeira, 23 anos, conta que foi alvo de censura quando abandonou os produtos. "Eu senti julgamento, sobretudo, quando ainda não tinha muito claro para mim que eu não precisava usar maquiagem para ser feminina", explica. O desinteresse dela pelas makes começou como timidez, ela diz. Simplesmente não se reconhecia com os olhos muito pintados, por exemplo.

Zuleika de Souza/CB/D.A Press
A professora Isadora Bernardes só usa maquiagem quando é muito "necessário", como em casamentos e formaturas (foto: Zuleika de Souza/CB/D.A Press)
Para aquelas que não pretendem abrir mão dessa vaidade, a dermatologista Alciara Lima recomenda apenas que não durma maquiada. "A maquiagem pode causar dermatite de contato. A pele pode ficar vermelha, apresentar coceira, ressecamento e fissuras", explica. Cuidados complementares são: observar a data de validade da maquiagem; não dividi-la com outras pessoas; limpar os pincéis; e comprar produtos indicados para o seu tipo de pele. "Se for corretamente usada, tomando-se cuidado com armazenamento, remoção, limpeza da pele e hidratação, pode ser aplicada sempre que se desejar", tranquiliza a médica.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SAÚDE PLENA