Tire suas dúvidas sobre os sintomas da caxumba

Nem sempre o inchaço no pescoço significa infecção por caxumba

por Revista do CB 07/07/2016 15:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Desde o início do ano, a crescente quantidade de casos de caxumba tem preocupado a população. A cidade de Santos, no litoral paulista, chegou a registrar aumento de 490%, em comparação com todos os casos de 2015. No Distrito Federal, a situação não é muito diferente. Algumas escolas, inclusive, anteciparam as férias e, em fevereiro, a presídio chegou a suspender as visitas para evitar o risco de contágio.

Como a vacina contra a caxumba demora cerca de três meses para começar a fazer efeito, o número de infectados pode ser ainda maior. O problema pede atenção aos sintomas e é preciso diferenciá-los da manifestação de outras doenças. O otorrinolaringologista André Neri, médico do Hospital Santa Marta de Taguatinga, explica que, além da sintomatologia, o aspecto das elevações também muda e que nem sempre o inchaço no pescoço significa infecção por caxumba. Entenda as diferenças de cada alteração e saiba quais providências devem ser tomadas.

Christiano Gomes / CB / D.A Press
Clique na imagem para ampliá-la e saiba mais (foto: Christiano Gomes / CB / D.A Press)

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SAÚDE PLENA