Cerca de 400 pessoas morrem, por dia, vítimas de complicações do diabetes

As consequências da doença são subestimadas, mas infarto e AVC são algumas das principais causas de óbito entre os pacientes

por Renata Rusky 23/05/2016 12:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
O diabetes pode ter inúmeras complicações micro ou macrovasculares. Os problemas microvasculares podem causar danos nervosos (neuropatia), além de afetar os olhos (retinopatia) e os rins (nefropatia). Já as complicações macrovasculares prejudicam as grandes artérias e aumentam o risco de um infarto ou de um AVC. Segundo a endocrinologista Thaís Melo, gerente médica da farmacêutica Boehringer, as doenças cardiovasculares são as grandes complicações do diabético. De acordo com a Federação Internacional de Diabetes, um em cada dois pacientes morre de doença cardiovascular, sendo que 60% deles têm um infarto do miocárdio.

Um encontro em São Paulo, Horizontes no diabetes. Além do controle glicêmico, reuniu especialistas no tema para reforçar a necessidade da prevenção e apresentar novas formas de tratamento da disfunção, que atinge, ainda segundo Federação Internacional de Diabetes, cerca de 12 milhões de pessoas no Brasil.

A Sociedade Brasileira de Diabetes também divulgou um número preocupante: três novos casos são diagnosticados a cada 10 segundos, o que resulta em 10 milhões a mais de pacientes por ano. A instituição anuncia ainda que seis em cada 10 brasileiros têm risco de desenvolver a doença.

Valdo Virgo / CB / D.A Press
Clique na imagem para ampliá-la e saiba mais (foto: Valdo Virgo / CB / D.A Press)

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SAÚDE PLENA