Austrália oferece aos atletas preservativos especiais contra o vírus da zika

O 'Dual Protect' tem um gel antiviral que reduz os riscos da contaminação

por AFP - Agence France-Presse 16/05/2016 12:33

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
A Austrália distribuirá aos atletas do país que participarão nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro (de 5 a 21 de agosto) preservativos com um gel antiviral, para reduzir os riscos de contaminação do vírus da zika.

O Brasil é o país mais afetado pelo vírus, transmitido pelo mosquito Aedes aegypti ou por contato sexual, pode provocar microcefalia no feto, uma malformação grave e irreversível.

Na Vila Olímpica serão disponibilizados preservativos, mas o Comitê Olímpico Australiano (AOC) decidiu oferecer aos atletas do país camisinhas da marca "Dual Protect".

Produzido pelas empresas australianas Starpharma e Ansell, este preservativo é coberto com um gel, chamado VivaGel, que segundo os fabricantes é um "agente antiviral cujos estudos de laboratório demonstraram que desativa" vários vírus transmissíveis por via sexual, como o HIV, herpes genital ou HPV.

Os fabricantes também afirmam que os estudos de laboratório demonstram que o gel fornece "uma proteção antiviral quase completa" contra o vírus da zika.

O preservativo "Dual Protect" foi lançado recentemente na Austrália e os fabricantes o apresentam como uma novidade mundial. Também pretendem comercializar o produto no exterior.

O Brasil registrou quase 1,5 milhão de casos de zika desde 2015.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SAÚDE PLENA