Diagnóstico do zika vírus começa a ser feito em Minas já neste mês

Antes, as amostras de casos suspeitos eram encaminhadas para análise na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) no Rio de Janeiro

por Carolina Cotta 12/02/2016 11:11

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Os exames para diagnóstico laboratorial do zika vírus em Minas Gerais passarão a ser feitos na Fundação Ezequiel Dias (Funed) a partir deste mês. Antes, as amostras de casos suspeitos no estado eram encaminhadas para análise na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio de Janeiro.

Segundo Maira Alves Pereira, referência técnica do Laboratório de Arbovírus da Funed, a realização do exame por aqui permitirá que um maior número de amostras sejam analisadas, favorecendo a assistência ao paciente e as ações de vigilância epidemiológica e, consequentemente, aumentando as possibilidades de controle da circulação do vírus zika no estado.

A Funed receberá as amostras dos municípios e dos serviços de saúde de Minas Gerais e essas serão testadas por meio da Biologia Molecular, com a técnica da Reação em Cadeia da Polimerase (PCR) em tempo real. O resultado fica disponível em cinco dias. A Fundação já tem experiência na realização da técnica, utilizada para diagnóstico de outros dez tipos de vírus.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SAÚDE PLENA