Concurso premia as melhores fotos de parto do ano

Associação Internacional de Fotógrafos Profissionais de Nascimento (IAPBP) realiza concurso desde 2011

por Valéria Mendes 11/02/2016 09:57

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Reprodução Internet - http://birthphotographers.com
Essa é a imagem que ficou conquistou o 1º lugar (foto: Reprodução Internet - http://birthphotographers.com)
 Desde 2011, a Associação Internacional de Fotógrafos Profissionais de Nascimento (IAPBP) realiza um concurso anual para premiar as melhores fotos de parto. Os cliques de parto normal premiados traduzem a força do corpo feminino e a evolução fisiológica do trabalho de parto.



Reprodução Internet - http://birthphotographers.com
Essa foto de um parto pélvico (bebê sentado) foi uma das que concorreram ao prêmio da Associação Internacional de Fotógrafos Profissionais de Nascimento (foto: Reprodução Internet - http://birthphotographers.com)
 No Brasil, mais da metade dos bebês nascem de cesariana: somos o país campeão mundial nesse tipo de procedimento cirúrgico e a nossa taxa de prematuridade é de 12,5%. O Brasil está na décima posição entre os países onde mais nascem prematuros e vive um fenômeno que tem sido chamado de paradoxo epidemiológico: nas regiões mais desenvolvidas (Sul e Sudeste) é maior a incidência de prematuridade.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), em 2010, nasceram 15 milhões de crianças prematuras em todo o mundo. A prematuridade é a principal causa de morte no primeiro ano de vida.

Na rede suplementar de saúde, a taxa de cesariana é de 84,6% contra 40% no sistema público. A média brasileira é de 55,6%, segundo o Ministério da Saúde. A cesariana sem indicação triplica o risco de mortalidade materna em relação ao parto normal e aumenta em até 120 vezes a probabilidade de o bebê nascer prematuro e ter a síndrome de angústia respiratória.

No Brasil, o parto normal é associado a uma dor insuportável que, com os avanços da medicina, as mulheres já não precisam mais vivenciar. Já a cesariana é glamourizada e vista como segura e confortável. ‘Quem pode escolher faz cesárea’, reza o senso comum.

Por tudo isso, cada vez mais fotos de parto normal tem se popularizado, principalmente em razão das redes sociais. Elas são importantes por mostrarem o empoderamento feminino, o protagonismo da mulher durante o parto e a capacidade do corpo feminino em dar à luz.

Clique aqui e veja todas as imagens que concorreram à premiação. 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SAÚDE PLENA