A poucos dias do carnaval, criatividade é o principal na hora das produções; veja dicas

Para garantir a folia, makes, acessórios e looks chegam mais originais do que nunca

por Isabella Figueiredo 01/02/2016 12:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Chegando fevereiro, bobo é quem deixa de aproveitar o alvoroço da festa mais colorida do ano. No carnaval, estilistas lançam coleções-cápsula exclusivas para serem usadas e abusadas nos blocos e bailes durante alguns dias e, à parte, kits prontos de fantasia, marcas de acessórios e maquiadores também disponibilizam para o público um pouco da criatividade, que chega a funcionar como sugestão de look para o feriado. A ideia é dispensar o aluguel ou a compra de peças elaboradas, investir um pouco menos e criar mais. “Como nesta época todo excesso é permitido, dá para usar e abusar. O negócio é brincar com estilo”, defende a consultora de imagem Carol Meyer. Ou seja, para botar o bloco na rua, vale tudo.

Mariana Rodrigues/Estudio MANGA
Produção de carnaval sereia com camiseta M'Adri e make de Bruno Candido (foto: Mariana Rodrigues/Estudio MANGA )

 

Folia na cabeça 

Com apenas 1,52m, Carmen Miranda ficou internacionalmente conhecida por suas performances e também pelos enormes saltos plataforma e acessórios de cabeça que dizem eram usados pela artista para ganhar maior projeção no palco. Embora o mais conhecido fosse o emblemático turbante enfeitado com um farto cesto de frutas, Miranda também abusava de flores, pompons e sombrinhas. O “Miranda look” ficou conhecido internacionalmente e ainda hoje seu estilo inspira estilistas e entusiastas que aproveitam o figurino despojado da musa como referência para a folia.

Mariana Rodrigues/Estúdio Manga
Artsy Girl inspirada em Basquiat. Camiseta M'Adri e make Bruno Candido (foto: Mariana Rodrigues/Estúdio Manga)


No ano passado, a designer Mary Arantes, da Mary Design, lançou sua primeira coleção de acessórios para os foliões de plantão. “Senti o carnaval em Belo Horizonte finalmente funcionando quando decidimos parar de copiar outros lugares e fazer algo originalmente nosso.” Observando a movimentação de seus filhos e noras para acompanhar os bloquinhos da cidade devidamente caracterizados, notou que os complementos poderiam alcançar um patamar diferenciado e decidiu pôr a mão na massa. Com um resultado acima do esperado, Mary lança em 2016 sua segunda coleção, repleta de cocares, arcos de pena, pássaros e flores com pegada sofisticada. “Na hora de criar não tem como não pensar na brasilidade, mas acabo misturando tudo. Já temos um estilo dentro da gente, então misturo com a riqueza das contas, do strass e acaba ficando diferente”, conta a profissional, que não se importa em encaixar a produção dos acessórios em meio à coleção convencional. “É um pouco complicado porque trabalho com a mesma equipe, mas vale a pena.” Com preço a partir de R$ 45, Mary também produziu pulseiras, brincos e cintos para a folia 2016.


Sempre elogiada pela sua criatividade e capricho, Lidia Chaves decidiu disponibilizar para o público pela primeira vez suas criações. Inspirada pelos bloquinhos belo-horizontinos, a estilista criou uma linha de nove peças. “Achei interessante valorizar a cidade na criação das minhas peças, já que é normal vermos as pessoas valorizando bloquinhos do Rio e esquecendo os daqui”, justifica. Inspirada por Então, brilha e Pena de Pavão de Krishna, Lídia criou headbands com estrelas e purpurinas e um turbante adornado com pena de pavão.


Embora a primeira pedida do carnaval seja mesmo as fantasias, há sempre os que preferem montar o figurino com peças que já têm em casa por economia. A estilista da M’adri Camisetas, Adriana Coutinho, defende que algumas t-shirts podem sim fazer um grande carnaval. “A t-shirt é universal e está em todo guarda-roupa e brincar com ela é uma delícia. Podemos fazer muito com essa peça tão democrática’, comenta a profissional, que também recomenda o uso de nós e amarrações nas peças para dar ares mais moderninhos.

Em parceria com o maquiador Bruno Cândido, a proposta foi montar um combo descomplicado de camiseta + make, porém que se destaque nos bloquinhos e festas de carnaval da cidade. Nas suas produções, Bruno fez questão de se inspirar em personagens descolados, como o grafiteiro americano Basquiat, uma bailarina glamourosa e o fascínio provocado pelas misteriosas sereias. Com muito glitter, sombras metálicas e pancake colorido, o profissional elaborou suas pinturas com cosméticos facilmente encontrados. “Usei como fixador dos aviamentos apenas gloss labial e cola de cílios”, contou, destacando a facilidade das produções, que devem ganhar as ruas na próxima semana em diferentes versões.

Lidia Chaves/Divulgação
Inspiração no bloco "Pena de Pavão" (foto: Lidia Chaves/Divulgação)


Lidia Chaves/Divulgação
Acessório inspirada no bloco "Então Brilha" (foto: Lidia Chaves/Divulgação)


Para agora e depois
Embora a primeira pedida do carnaval seja mesmo as fantasias, há sempre os que preferem montar o figurino com peças que já têm em casa por economia. A estilista da M’adri Camisetas, Adriana Coutinho, defende que algumas t-shirts podem sim fazer um grande carnaval. “A t-shirt é universal e está em todo guarda-roupa e brincar com ela é uma delícia. Podemos fazer muito com essa peça tão democrática’, comenta a profissional, que também recomenda o uso de nós e amarrações nas peças para dar ares mais moderninhos.


Em parceria com o maquiador Bruno Cândido, a proposta foi montar um combo descomplicado de camiseta + make, porém que se destaque nos bloquinhos e festas de carnaval da cidade. Nas suas produções, Bruno fez questão de se inspirar em personagens descolados, como o grafiteiro americano Basquiat, uma bailarina glamourosa e o fascínio provocado pelas misteriosas sereias. Com muito glitter, sombras metálicas e pancake colorido, o profissional elaborou suas pinturas com cosméticos facilmente encontrados. “Usei como fixador dos aviamentos apenas gloss labial e cola de cílios”, contou, destacando a facilidade das produções, que devem ganhar as ruas na próxima semana em diferentes versões.



Para sempre Bowie
Apaixonada por rock n’ roll e inspirada pela genialidade de David Bowie, artista falecido em meados deste mês, a maquiadora e visagista Petty Hegídio, do Instituto Petty, convidou a empresária Cris Guerra para incorporar o artista por um dia, emprestando o rosto para uma produção baseada na sua fase Starman, ou aquela em que o camaleão se apresentava com um raio pintado no rosto e os cabelos curtos e bem repicados.

Para criar sua produção, Petty optou por uma releitura da imagem clássica de Bowie e substituiu os tons de vermelho e azul por azul, roxo e muito brilho, já que o carnaval pede extravagâncias e luminosidade. Para a profissional, entretanto, não vale a pena gastar dinheiro com materiais caros para produções unicamente carnavalescas. “Glitters, sombras coloridas e tintas para pinturas artísticas são facilmente achados em lojas no Centro ou em paletas que ficam encostadas em nossas prateleiras durante todo o ano. É a chance de usarmos”, encoraja.

Paulo Filgueiras / EM / D. A Press
(foto: Paulo Filgueiras / EM / D. A Press)


Paulo Filgueiras / EM / D. A Press
(foto: Paulo Filgueiras / EM / D. A Press)


Paulo Filgueiras / EM / D. A Press
(foto: Paulo Filgueiras / EM / D. A Press)


Paulo Filgueiras / EM / D. A Press
(foto: Paulo Filgueiras / EM / D. A Press)


Passo a passo da maquiagem David Bowie

1. Para preparar a pele, use produtos leves como BB Cream. “Já que a ideia é suar nos blocos, coberturas muito espessas podem derreter e ficar over.”

2. Corrigir as olheiras ajuda a valorizar a maquiagem que será feita nos olhos. Como as de Cris são em tom avermelhado, Petty usou uma mistura de corretivos verde e cor da pele, que neutraliza o tom das olheiras da modelo.

3. Aplique um primer para sombras para fixar melhor os produtos.

4. A base para qualquer maquiagem nos olhos é o marrom. Aqui, Petty aplicou o tom terracota em toda a pálpebra de Cris Guerra.

5. Petty pintou toda a pálpebra com uma sombra azul-metálico super pigmentada e esfumou com os dedos para os lados formando duas “faixas” pouco marcadas.

6. Espalhe sombra roxa com os dedos por todo o contorno dos olhos e esfume até onde está o limite da sombra azul-metálico. “Pode espalhar sem medo, desde que fique bem esfumado”, explica a maquiadora.

7. Com uma sombra opaca em tom azul-turquesa, aplique a sombra somente no fim da maquiagem, esfumando bastante, arrematando o olhar.

8. Aplique sombra com glitter na pálpebra e brocal um pouco acima das maçãs do rosto para dar o toque carnavalesco à produção.

9. Aplique lápis marrom rente aos cílios inferiores.

10. Aplique várias camadas de rímel ou coloque cílios postiços, se preferir.

11. Prefira um batom claro ou cor de boca para colorir os lábios. “Como os olhos já estão muito destacados, um batom escuro não ficaria tão bacana”, atenta Petty.

12. Para valorizar a make dos olhos, Petty optou por desenhar um raio vazado. Para esboçar a figura, molhe um pincel na sombra marrom e depois preencha com lápis preto. Para destacar, pinte algumas bordas com lápis ou tinta azul. “É importante fazer o rascunho do desenho antes, porque se houver erros dá pra apagar com mais facilidade”, sugere a profissional.

13. Para conseguir o efeito de cabelos volumosos e levemente armados, como os de Bowie, Petty misturou gel e mousse de cabelo e aplicou da franja ao meio do cabelo, como se tivesse penteando os fios para trás, em movimentos rápidos. “É importante misturar os dois para que a modelagem fique perfeita.”

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SAÚDE PLENA