Banhos energizantes são recomendados para limpeza do corpo e da alma

Banhos que envolvam rituais e imersões associadas a massagens são recomendados para o início de ano, para que se comece um novo ciclo sem estresse e com mais energia

por Carolina Cotta 04/01/2016 10:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Espaço águas Claras / Divulgação
Preparado com envolvimento corporal à base de café, seguido de banho de leite na hidromassagem o banho Café com leite, hidratanta e nutri a pele, devido à ação das proteínas do leite e colágeno marinho (foto: Espaço águas Claras / Divulgação)

 

Que tal começar o ano com um banho energizante? Em contato com a água, o corpo relaxa e reduz tensões. Se preparados com produtos adequados, os banhos podem ser uma ótima opção para cuidados com a pele, tornando-a mais bonita e hidratada. Podem também ser desintoxicantes, melhorando a circulação sanguínea e linfática. Podem atuar contra os radicais livres, prevenindo o envelhecimento precoce da pele, benefícios que vão além do relaxamento e, por si só, já tornam um banho de imersão ou mesmo uma ducha essenciais. Mas na passagem de um ciclo para o outro, um banho especial pode representar, ainda, um ritual.

Segundo Ana Beatriz Pinheiro, diretora e fisioterapeuta do Espaço Águas Claras, em Nova Lima, é possível preparar diversos tipos de banhos com diferentes óleos e essências que, por meio de suas propriedades aromáticas, podem ter ações relaxantes (lavanda, manjerona e sálvia) ou revigorantes (olíbano, hortelã e gerânio). Produtos com ativos potencializam as ações, mas a preparação do ambiente com iluminação e som adequados estimulam os sentidos: tato (corpo em contato com a água), olfato (os aromas dos banhos), paladar (com um chá ou suco para acompanhar), audição (músicas calmas) e visão (velas e flores).

Para a passagem do ano, ela sugere banhos que envolvam rituais e imersões associadas a massagens. “O Mediterrâneo, à base de sais marinhos, algas e alecrim, além de ter um aroma delicioso, é desintoxicante. Associado à drenagem linfática, potencializa a ação de limpeza do organismo. Já o Cleópatra é um verdadeiro banho de princesa, preparado com leite e aroma de rosas. Além de lindo e perfumado, é nutritivo e relaxante, e acompanha massagem relaxante. O Tropical é um banho refrescante e hidratante, preparado com hortelã, leite e água de coco. Antes de começar, é feita uma esfoliação com a fruta e a pele fica fantástica”, sugere.

Pensamento positivo

 

Para dar início às resoluções de ano novo, Luane Morais Araújo, fisioterapeuta dermato-funcional do Spa Lótus, em Belo Horizonte, acha interessante começar tratando as tensões nervosas, ansiedade e insônia, para, assim, começar o novo ano mais leve, com mais energia e disposição. “O pensamento positivo, para a passagem do ano, muitas vezes está relacionado a fatores simbólicos. Por isso, este ano fizemos uma parceria com a floricultura Flora de Série, para oferecer banhos que incluam flores e ervas naturais, com a simbologia das cores e nome divertidos, que representam desejos e resoluções diversas”, comenta.
O Bem Me Quer Bem, com rosas e alstroemérias vermelhas, canela e folha de eucalipto, aflora a sensualidade e aumenta a autoestima. O Agora Vai, ou “banho da fartura”, com rosas e alstroemérias amarelas, louro e noz-moscada, aumenta a autoconfiança. O Tudo Bem, Tudo Zen, com rosas, alstroemérias brancas e manjericão, visa lavar a alma e atrair positividade. E o Minha Alma, com rosas e alstroemérias na cor rosa, alecrim e folhas de eucalipto, é perfeito para quem quer ficar bem consigo mesmo, se despedir de rancores, aprender a se amar.

Para fazer em casa

É possível fazer em casa um banho de spa, mesmo no chuveiro. O primeiro passo, segundo a fisioterapeuta dermato-funcional do Spa Lótus Luane Araújo, é criar um ambiente propício para o relaxamento. “Acenda velas aromatizadas, apague a luz, coloque uma música que transmita calma. No chuveiro, a temperatura da água deve ser agradável, sem ser muito quente. Use um sabonete com um leve teor esfoliante, bom para renovar a pele. Deixe a água correr da cabeça aos pés aproveitando esse momento só seu. Depois, finalize com um bom hidratante de lavanda, que prolonga os efeitos de relaxamento”, sugere.

Para quem tem banheira em casa, há no mercado bons produtos para serem misturados à água. E, segundo Ana Beatriz Pinheiro, diretora do Espaço Águas Claras, sempre é possível usar a criatividade e misturar ervas, sais e óleos essenciais, conseguindo opções para todas as demandas e gostos. “Hoje também já encontramos produtos com propriedades terapêuticas que podemos pendurar no chuveiro, de modo que a água passa por ele e caia sobre nós difundindo um delicioso aroma”, diz.

Mas não se deve abusar dos banhos relaxantes e terapêuticos, seja em casa, seja em espaços especializados. Segundo Gabriel Gontijo, presidente da Sociedade Brasileira de Dermatologia – Regional Minas Gerais (SBD-MG), esses são banhos muitos diferentes dos do dia a dia. “Nos banhos de spa, a pessoa passa muitos minutos em uma banheira com água quente e em contato com vários produtos. Uma vez ou outra não tem problema algum, mas uma rotina de banhos quentes e demorados resseca a pele, pode provocar coceiras e até reações inflamatórias no organismo”, alerta.

Inspirados no passado, eles estimulam os sentidos

Desde os egípcios, os banhos são utilizados para as mais diversas finalidades. “Atualmente, com o cotidiano cada vez mais intenso e estressante, o banho de imersão tem sido muito utilizado para relaxamento e alívio de tensões. A imersão prolongada em água quente atua sobre o bem-estar geral do organismo. Isso se deve ao profundo relaxamento da musculatura, principalmente no segmento lombar, que normalmente sofre pela contração muscular provocada nas atividades do dia a dia”, explica Luane Araújo, do Spa Lótus.


Para que o banho atinja esse relaxamento, é importante que a temperatura da água esteja mais quente que a do corpo, mas não tão quente a ponto de provocar transpiração. No Spa Lótus, a água fica entre 36 e 39 graus em dias frios e entre 27 e 32 graus em dias quentes. Para que o banho seja terapêutico, são incluídas ervas e óleos essenciais. “Algumas ervas entram devido ao teor aromático, enquanto outras pelo caráter medicinal, que variam de acordo com o objetivo ou necessidade específica da pessoa”, afirma.


A camomila, por exemplo, é amplamente utilizada por seu efeito relaxante e pode ser também “tema” de um banho de imersão. Seu princípio ativo, segundo Luane, consegue penetrar na pele durante a imersão e ampliar a sensação de relaxamento. Da mesma forma atuam os óleos essenciais, cuja escolha vai depender do resultado buscado. “Um óleo bastante conhecido e utilizado é o de lavanda: diversos estudos comprovam sua associação à melhora na qualidade do sono.”


Os banhos terapêuticos podem ter vários benefícios, como o efeito drenante e a estimulação da circulação sanguínea, auxiliando na eliminação de toxinas. Um exemplo é o banho de imersão em ozônio, com equipamento específico, que proporciona oxigenação. Esta favorece o combate à ação de radicais livres, atua como um revitalizador dos tecidos, é antifúngica e, por isso, combate infecções da pele, contribui para melhorar o metabolismo e elevar a produção celular, além de combater inchaços e relaxar.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SAÚDE PLENA