Estados Unidos aprovam salmão geneticamente modificado para consumo humano

Peixe será o primeiro animal transgênico a aparecer na mesa dos norte-americanos

por AFP - Agence France-Presse 19/11/2015 16:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
AFP PHOTO/AQUABOUNTY TECHNOLOGIES, INC./BARRETT & MACKAY PHOTO/
Em primeiro plano, o salmão sem alteração genética, e atrás, o AquAdvantage. Ambos tem a mesma idade, mas tamanhos diferentes (foto: AFP PHOTO/AQUABOUNTY TECHNOLOGIES, INC./BARRETT & MACKAY PHOTO/)
As autoridades de saúde dos Estados Unidos aprovaram nesta quinta-feira (19/11) um tipo de salmão geneticamente modificado para consumo humano, o que torna este peixe o primeiro animal transgênico a aparecer na mesa dos norte-americanos. 
O peixe, chamado salmão AquAdvantage, foi criado pela AquaBounty Technologies, em Massachusetts.

A FDA (Food and Drug Administration), agência que controla os medicamentos e produtos alimentícios nos Estados Unidos, determinou "que a comida do salmão AquAdvantage é tão segura e nutritiva como a preparada com qualquer outro salmão do Atlântico não-geneticamente modificado, e que não há diferenças biológicas significativas no perfil nutricional do salmão AquAdvantage em comparação com outros salmões do Atlântico".

A decisão da FDA veio após anos de controvérsia sobre o peixe, que é um novo tipo de salmão do Atlântico injetado com um gene do salmão do Pacífico Chinook para fazê-lo crescer mais rápido.

A FDA concluiu que a empresa "está em conformidade com os requisitos regulamentares para a autorização, incluindo que a comida deste peixe é segura para o consumo", disse Bernadette Dunham, diretora do Centro de Medicina Veterinária da FDA.

O salmão AquAdvantage deverá ser criado apenas em tanques de duas fazendas específicas, no Canadá e no Panamá. "A aprovação não permite que o salmão AquAdvantage seja criado ou cresça nos Estados Unidos".

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SAÚDE PLENA